Mercado abrirá em 35 mins

Wall Street ronda níveis recordes mas Boeing pressiona Dow

Por Uday Sampath Kumar

Por Uday Sampath Kumar

(Reuters) - As ações dos Estados Unidos faziam uma pausa após um rali de quatro dias, mas ainda rondavam níveis recordes nesta terça-feira, enquanto uma queda nas ações da Boeing pesava sobre o Dow Jones à medida que a crise em torno do jato 737 MAX se aprofundava.

Às 13:21 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,16%, a 28.282 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,086481%, a 3.194 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq.

O S&P 500 atingiu recorde pela quarta sessão consecutiva e deve aumentar seu ganho acumulado de 27% este ano, impulsionado principalmente pelas expectativas de um acordo comercial entre Estados Unidos e China, um Federal Reserve 'dovish' e indicadores econômicos favoráveis.

Reforçando a confiança na economia norte-americana, dados do Federal Reserve mostraram que a produção manufatureira dos EUA aumentou mais do que o esperado em novembro, com o fim de uma greve nas fábricas da General Motors impulsionando a produção de automóveis.

No entanto, uma queda de 1% na Boeing pressionava o Dow Jones. A empresa disse que suspenderá a produção de suas aeronaves mais vendidas em janeiro, em sua maior interrupção da linha de montagem em mais de duas décadas.