Mercado abrirá em 55 mins

Wall Street recua com medida do Fed pressionando bancos; alta de casos de vírus piora sentimento

Por Medha Singh e Devik Jain

Por Medha Singh e Devik Jain

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street caíam nesta sexta-feira, com os Estados Unidos registrando um novo salto diário recorde de casos de coronavírus, enquanto as ações de bancos recuavam após a decisão do Federal Reserve de limitar os pagamentos aos acionistas.

O subíndice do S&P 500 para bancos caía 3,9% depois que o Fed limitou o pagamento de dividendos e barrou as recompras de ações até pelo menos o quarto trimestre após seu teste de estresse econômico anual.

Na sessão anterior, as ações dos bancos impulsionaram os principais índices de Wall Street, ajudando-os a compensar os temores dos investidores sobre o aumento de infecções por vírus em vários Estados norte-americanos, incluindo Texas, Oregon e Utah.

Os casos saltaram nos Estados Unidos em pelo menos 39.818 na quinta-feira.

"Há uma briga no mercado entre as pessoas que acreditam que o ressurgimento econômico é desenfreado e as que acreditam que há mais problemas pela frente", disse Christopher Grisanti, estrategista-chefe de ações da MAI Capital Management.

Às 11:44 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 2,19%, a 25.182 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 1,565945%, a 3.035 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 1,73%, a 9.844 pontos.