Mercado abrirá em 2 h 8 min

Wall Street recua após sinais conflitantes sobre comércio

Por Manas Mishra e Shreyashi Sanyal

Por Manas Mishra e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - Os três principais índices acionários dos Estados Unidos caíam nesta quinta-feira, após notícias conflitantes sobre as relações comerciais EUA-China e divisões entre as duas principais economias do mundo sobre os protestos de Hong Kong levarem à incerteza sobre o cronograma de um acordo para encerrar a disputa comercial.

Às 13:18 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,26%, a 27.750 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,259292%, a 3.100 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 0,22%, a 8.508 pontos.

Todos os três índices abriram estáveis após notícia de que os Estados Unidos poderiam adiar as tarifas sobre importações chinesas, mesmo que o acordo não seja alcançado em 15 de dezembro, quando as tarifas entrarão em vigor.

O índice S&P 500 encerrou a última sessão no vermelho, depois que a Reuters informou que o acordo poderia ser adiado até o próximo ano. As tensões políticas entre os dois lados se agravaram depois que a Câmara dos Deputados dos EUA aprovou projeto de lei que apoia os protestos de Hong Kong.

"Com o fluxo e refluxo dos acontecimentos em torno do comércio, estamos vendo os investidores fazerem uma pausa", disse Matt Hanna, gestor na Summit Global Investments. "A maior preocupação agora é se eles vão fazer um acordo comercial ou não."