Mercado fechará em 1 h 59 min
  • BOVESPA

    110.235,16
    -1.688,77 (-1,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.928,69
    -305,68 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,24
    -0,74 (-0,93%)
     
  • OURO

    1.786,50
    -23,10 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    17.067,72
    +51,15 (+0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    403,07
    -8,15 (-1,98%)
     
  • S&P500

    4.010,85
    -60,85 (-1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.022,79
    -407,09 (-1,18%)
     
  • FTSE

    7.567,54
    +11,31 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    19.518,29
    +842,94 (+4,51%)
     
  • NIKKEI

    27.820,40
    +42,50 (+0,15%)
     
  • NASDAQ

    11.877,00
    -133,25 (-1,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5211
    +0,0271 (+0,49%)
     

Wall Street fecha em forte alta com sinal de arrefecimento da inflação

Placa em frente à Bolsa de Valores de Nova York sinaliza Wall Street

Por Noel Randewich

(Reuters) -Os índices S&P 500 e Nasdaq dispararam nesta quinta-feira e registraram seus maiores ganhos percentuais diários em cerca de dois anos e meio, depois que um sinal de desaceleração da inflação em outubro alimentou especulações de que o Federal Reserve pode se tornar menos agressivo em seus aumentos da taxa de juros.

Ações dispararam depois que os dados mais recentes de preços ao consumidor animaram investidores preocupados com o fato de que os incrementos contínuos dos custos dos empréstimos poderiam prejudicar a economia dos Estados Unidos.

Papéis queridinhos de Wall Street e que sofreram com o mercado baixista de 2022 estavam entre os desempenhos mais fortes desta quinta-feira, com a Nvidia saltando cerca de 14%, Meta Platforms em alta de 10% e um avanço da Alphabet de 7,6%.

Dados do Departamento do Trabalho dos EUA mostraram que a leitura anual do índice de preços ao consumidor ficou abaixo de 8% pela primeira vez em oito meses.

Os dados de inflação levaram operadores a ajustar as apostas de aumento da taxa básica do Fed, com um salto das chances de um ajuste de 0,50 ponto percentual em dezembro, em vez de um movimento de 0,75 ponto percentual, para cerca de 85% contra 52% antes da divulgação dos dados, de acordo com a ferramenta FedWatch da CME.

O índice S&P 500 fechou em alta de 5,54%, a 3.956,37 pontos. O Dow Jones subiu 3,70%, a 33.715,37 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançou 7,35%, a 11.114,15 pontos.

Todos os 11 índices setoriais do S&P 500 subiram, liderados pelo de tecnologia da informação , com alta de 8,33%, seguido por um ganho de 7,74% no de imobiliário.

((Tradução Redação Brasília))

REUTERS VB IV