Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    61.414,42
    +4.022,28 (+7,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Wall Street fecha em forte alta com recuperação de gigantes de tecnologia

·1 minuto de leitura
Touro de Wall Street em Manhattan, Nova York

Por Noel Randewich e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - Wall Street terminou em forte alta nesta terça-feira, com Microsoft e Apple liderando uma recuperação expressiva das ações de crescimento, enquanto investidores aguardavam dados de emprego nos EUA que serão divulgados no fim desta semana e podem influenciar a decisão do Federal Reserve sobre quando reduzir o estímulo monetário.

Apple, Microsoft, Amazon e Alphabet, as empresas mais valiosas de Wall Street, subiram mais de 1% cada, após um forte movimento de venda de ações de crescimento no dia anterior.

Facebook Inc se recuperou 2,1%, um dia depois de sofrer forte baixa quando seu aplicativo e sua plataforma de compartilhamento de fotos Instagram ficaram fora do ar por horas.

Nove dos 11 principais índices setoriais do S&P 500 subiram, com finanças, serviços de comunicação e tecnologia na dianteira.

O S&P 500 registrou seu quarto dia consecutivo de variações de 1% em qualquer direção. A última vez que o índice viu tanta volatilidade foi em novembro de 2020, quando subiu ou caiu 1% ou mais por sete sessões consecutivas.

"Estamos comprando na queda, mas a queda não é mais de 10%. A queda é agora de 2% ou 4%", disse Jake Dollarhide, diretor executivo da Longbow Asset Management em Tulsa, Oklahoma.

O índice Dow Jones subiu 0,92%, a 34.315 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 1,052446%, a 4.346 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 1,25%, a 14.434 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos