Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.782,15
    -194,55 (-0,18%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.081,33
    -587,31 (-1,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,56
    -0,68 (-0,88%)
     
  • OURO

    1.740,50
    +0,20 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    16.157,18
    -319,11 (-1,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    378,91
    -1,38 (-0,36%)
     
  • S&P500

    3.963,94
    -62,18 (-1,54%)
     
  • DOW JONES

    33.849,46
    -497,57 (-1,45%)
     
  • FTSE

    7.474,02
    -12,65 (-0,17%)
     
  • HANG SENG

    17.297,94
    -275,64 (-1,57%)
     
  • NIKKEI

    27.925,77
    -237,06 (-0,84%)
     
  • NASDAQ

    11.628,25
    +12,00 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5496
    +0,0004 (+0,01%)
     

Wall Street fecha em alta após dados alimentarem esperança de Fed menos agressivo

Operadores trabalham na Bolsa de Nova York, EUA

Por Herbert Lash e Ankika Biswas e Bansari Mayur Kamdar

(Reuters) - O índice S&P 500 registrou seu maior rali em um único dia em dois anos nesta terça-feira, depois que dados econômicos mais brandos dos Estados Unidos e um aumento da taxa de juros menor do que o esperado pelo banco central australiano despertaram a esperança de que o Federal Reserve possa moderar seu aumento agressivo dos juros.

Embora a demanda por mão de obra permaneça bastante forte, as vagas de emprego nos EUA tiveram a maior queda em quase 2 anos e meio em agosto, um sinal de que a missão do Fed de domar a inflação por meio de altas da taxa básica de juros está contribuindo para desacelerar a economia.

Mais cedo, o banco central da Austrália surpreendeu os mercados com um aumento da taxa de juros menor do que o esperado de 0,25 ponto percentual. Sua taxa de juros subiu para um pico em nove anos após seis ajustes de juros em seis meses em um ciclo de aperto monetário em que outros bancos centrais também estão envolvidos.

O Reserve Bank of Australia (RBA) é o primeiro grande banco central a reconhecer que agora é a hora de desacelerar depois de ter elevado agressivamente os custos dos empréstimos este ano, disse Anthony Saglimbene, estrategista-chefe de mercado da Ameriprise Financial em Troy, Michigan.

"Há esperança de que o Federal Reserve em algum momento do quarto trimestre diga a mesma coisa. Não pare de aumentar a taxa de juros, mas apenas diminua o ritmo", afirmou ele. "É em torno disso que o mercado está baseando esse rali."

O S&P 500 subiu 3,06%, a 3.790,93 pontos. O Dow Jones subiu 2,80%, a 30.316,32 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançou 3,34%, a 11.176,41 pontos.

Foi o maior ganho diário para o S&P 500 desde maio de 2020. O Dow Jones e o S&P 500 registraram seus maiores ralis de dois dias desde abril de 2020.