Mercado abrirá em 5 mins
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    35,96
    -1,43 (-3,82%)
     
  • OURO

    1.876,10
    -3,10 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    13.117,86
    -45,54 (-0,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    259,26
    -13,43 (-4,92%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,24 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.576,46
    -6,34 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    24.586,60
    -122,20 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    23.331,94
    -86,57 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.193,75
    +61,00 (+0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7117
    -0,0227 (-0,34%)
     

Wall Street encerra sessão volátil em alta com investidores de olho em estímulos

Por Stephen Culp
·2 minutos de leitura

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) - Wall Street fechou em alta no final de uma sessão de sobe e desce nesta quinta-feira, com investidores reagindo a notícias positivas e pessimistas sobre o progresso das negociações a respeito de novos estímulo em Washington, em meio a sinais de diminuição do ímpeto de recuperação econômica de uma recessão que agora entra em seu nono mês.

Todos os três principais índices de ações dos EUA fecharam em alta, com o Nasdaq na liderança e o Dow tendo o menor ganho.

Uma série de dados, incluindo pedidos de auxílio-desemprego e gastos do consumidor, sugeriu que a já lenta recuperação econômica pode estar perdendo força.

Investidores agora aguardam o relatório de emprego do Departamento do Trabalho, previsto para sexta-feira, para avaliar melhor o progresso da economia.

Nas negociações para um novo acordo de alívio à pandemia, a Casa Branca se opôs ao pacote de 2,2 trilhões de dólares dos democratas da Câmara e propôs ajuda de 1,5 trilhão de dólares.

Mas um acordo iminente parecia ilusório, depois que a presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, advertiu que os democratas e a Casa Branca continuavam envolvidos em um debate sobre valores.

"É tudo uma questão de estímulo fiscal, e a bola está com o Congresso", disse Ryan Detrick, estrategista sênior de mercado da LPL Financial em Charlotte, Carolina do Norte. "Continuamos a acreditar que eles estão cada vez mais perto e se aproximando de um acordo, mas a reta final costuma ser a mais difícil."

"Acreditamos que teremos um acordo antes da eleição e que ambos os lados reivindicarão a vitória", acrescentou Detrick.

O Dow Jones subiu 0,13%, para 27.816,9 pontos, o S&P 500 teve alta de 0,53%, para 3.380,8 pontos, e o Nasdaq avançou 1,42%, para 11.326,51 pontos.