Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.315,07
    +208,24 (+0,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Wall Street cai com aumento de nervosismo antes de dados de inflação dos EUA

Operador trabalha no salão da Bolsa de Valores de Nova York

Por Caroline Valetkevitch

NOVA YORK (Reuters) - As ações dos Estados Unidos tiveram quedas expressivas nesta quinta-feira, conforme a ansiedade de investidores aumentava antes da divulgação de dados na sexta-feira que devem mostrar que os preços ao consumidor norte-americano permaneceram altos em maio.

O índice S&P 500 fechou em queda de 2,38%, a 4.017,82 pontos. O Dow Jones caiu 1,94%, a 32.272,79 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuou 2,75%, a 11.754,23 pontos.

As vendas pegaram impulso perto do final do pregão. Os papéis de crescimento de megacapitalização lideraram a queda. Apple e Amazon.com tiveram baixa de 3,6% e 4,2%, respectivamente e foram as que mais pressionaram os índices S&P 500 e Nasdaq, focado em tecnologia. Serviços de comunicação e tecnologia tiveram as maiores perdas entre os setores do S&P 500, embora todos os 11 índices tenham encerrado em queda no dia. Os dados de inflação de sexta-feira devem mostrar que os preços ao consumidor subiram 0,7% em maio, enquanto o núcleo do índice de preços ao consumidor, que exclui os setores voláteis de alimentos e energia, subiu 0,5% no mês.

Todos os três principais índices registraram seus maiores declínios percentuais desde meados de maio. O S&P 500 desvaloriza mais de 15% no ano até agora e o Nasdaq recua cerca de 25%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos