Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.560,83
    +363,01 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,85 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,38
    -0,07 (-0,08%)
     
  • OURO

    1.718,50
    -2,30 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    19.996,78
    -348,23 (-1,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    454,89
    -8,24 (-1,78%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,93 (-1,15%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    17.828,70
    -183,45 (-1,02%)
     
  • NIKKEI

    27.171,88
    -139,42 (-0,51%)
     
  • NASDAQ

    11.533,25
    -8,50 (-0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0961
    -0,0174 (-0,34%)
     

Wall St fecha semana em tom melancólico após ânimo com relatório de emprego evaporar

Placa de Wall Street perto da bolsa de Nova York, em Nova York, EUA

Por Chuck Mikolajczak

NOVA YORK (Reuters) - As ações dos Estados Unidos fecharam a semana em queda nesta sexta-feira, com ganhos iniciais obtidos após a divulgação de um relatório de emprego --que mostrou um mercado de trabalho que pode estar começando a perder força-- dando lugar a preocupações com a crise do gás na Europa.

Wall Street abriu em alta acentuada depois que o relatório de folhas de pagamento dos EUA de agosto mostrou contratações mais fortes do que o esperado, mas uma alta na taxa de desemprego para 3,7% aliviou algumas preocupações sobre o Federal Reserve ser excessivamente agressivo no aumento da taxa de juros enquanto tenta reduzir a inflação elevada.

No entanto, os ganhos se dissiparam depois de a Gazprom --empresa estatal com monopólio das exportações de gás russo para a Europa via gasoduto, que deveria religar o fornecimento no sábado-- informar que não poderia reiniciar as entregas com segurança até que consertasse um vazamento de óleo encontrado em uma turbina vital. A empresa não forneceu um novo prazo.

Analistas também apontaram volumes de negociação reduzidos antes do fim de semana prolongado por causa de um feriado nos EUA, o que contribuiu para exacerbar as oscilações do mercado.

O índice S&P 500 fechou em queda de 1,07%, a 3.924,26 pontos. O Dow Jones caiu 1,07%, a 31.318,44 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuou 1,31%, a 11.630,86 pontos.

Energia foi o único setor do S&P 500 a encerrar a sessão em território positivo, com alta de 1,81%.

Os três principais índices sofreram perdas pela terceira semana consecutiva. O Dow Jones cedeu 2,99%, o S&P 500 declinou 3,29%, e o Nasdaq recuou 4,21%.