Mercado abrirá em 2 h 18 min
  • BOVESPA

    110.611,58
    -4.590,65 (-3,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.075,41
    +732,87 (+1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,95
    +0,90 (+1,38%)
     
  • OURO

    1.699,40
    +21,40 (+1,28%)
     
  • BTC-USD

    53.981,43
    +4.266,26 (+8,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.089,89
    +65,68 (+6,41%)
     
  • S&P500

    3.821,35
    -20,59 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    31.802,44
    +306,14 (+0,97%)
     
  • FTSE

    6.746,93
    +27,80 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    28.773,23
    +232,40 (+0,81%)
     
  • NIKKEI

    29.027,94
    +284,69 (+0,99%)
     
  • NASDAQ

    12.550,75
    +253,50 (+2,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9831
    +0,0233 (+0,33%)
     

Wall St bate máximas recordes com apostas em estímulos

·1 minuto de leitura
Bolsa de Nova York

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street alcançaram máximas históricas nesta segunda-feira, com investidores apostando na esperança de que um pacote de alívio fiscal e uma vacinação global levarão a uma rápida recuperação econômica.

Os preços do petróleo atingiram o valor mais alto em mais de um ano, elevando as ações do setor de energia em 2,2%, a maior alta entre os principais índices setoriais do S&P.

Os setores imobiliário, de serviços públicos e de consumo básico --considerados defensivos-- tinham desempenho inferior.

O S&P 500 e o Dow Jones subiam pela sexta sessão consecutiva, mais longa sequência de ganhos desde agosto, também ajudados por balanços trimestrais positivos.

Walt Disney Co, Cisco Systems Inc e General Motors Co ganhavam entre 2,2% e 3,5%, antes da divulgação de seus relatórios.

O sentimento também era impulsionado pelo comentário da secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, no domingo, de que, se o Congresso aprovar o plano de ajuda de 1,9 trilhão de dólares, o país voltaria ao pleno emprego no próximo ano.

O Congresso aprovou na sexta-feira um plano orçamentário que permitiria que um projeto de lei de alívio ao coronavírus fosse aprovado nas próximas semanas sem o apoio republicano.

"Agora temos uma situação em que os democratas não precisam da aprovação republicana para seguir em frente com o pacote de estímulo de 1,9 trilhão de dólares", disse Thomas Hayes, gerente da Great Hill Capital LLC, em Nova York.

Às 12:57 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,45%, a 31.289 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,532825%, a 3.908 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,68%, a 13.950 pontos.

(Por Devik Jain, Shreyashi Sanyal e Medha Singh em Bengaluru)