Mercado abrirá em 2 h 47 min
  • BOVESPA

    112.273,01
    -43,15 (-0,04%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.521,43
    -253,48 (-0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,86
    -1,04 (-1,34%)
     
  • OURO

    1.921,40
    -17,80 (-0,92%)
     
  • BTC-USD

    22.941,01
    -464,86 (-1,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    520,29
    -17,58 (-3,27%)
     
  • S&P500

    4.017,77
    -52,79 (-1,30%)
     
  • DOW JONES

    33.717,09
    -260,99 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.740,52
    -44,35 (-0,57%)
     
  • HANG SENG

    21.842,33
    -227,40 (-1,03%)
     
  • NIKKEI

    27.327,11
    -106,29 (-0,39%)
     
  • NASDAQ

    11.925,75
    -42,25 (-0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5292
    -0,0178 (-0,32%)
     

Nasdaq recua com aumento de temores de recessão e tombo da Apple

Operadores no pregão da Bolsa de Valores de Nova York

Por Ankika Biswas e Johann M Cherian

(Reuters) - O índice norte-americano Nasdaq caía em meio a negociações instáveis nesta quarta-feira, com os investidores avaliando alertas de uma recessão iminente de grandes banqueiros de Wall Street, enquanto as ações da Apple tombaram após projeções de analistas de menores remessas de iPhones.

O índice o Nasdaq recuava pela quarta sessão seguida, prejudicado pela queda de 1,4% nas ações da Apple Inc após corte na previsão de entregas de iPhones do Morgan Stanley devido a atrasos na produção em fábrica da Foxconn na China.

Os mercados também foram abalados por comentários pessimistas de executivos do Goldman Sachs Group Inc, do JPMorgan Chase & Co e do Bank of America Corp, de que uma recessão leve a mais pronunciada provavelmente está por vir.

Os temores de que o banco central dos EUA possa aderir a um ciclo mais longo de alta de juros se intensificaram recentemente, na esteira de fortes dados empregos e do setor de serviços.

"As expectativas estão começando a se desfazer um pouco à medida que o mercado percebe que o Fed pode ter que manter as taxas em um nível mais alto por mais tempo do que esperava e isso está colocando mais pressão negativa nos mercados", disse Jason Pride, diretor de investimentos de patrimônio privado da Glenmede.

Por volta de 13h (de Brasília), o Dow Jones subia 0,46%, a 33.749,99 pontos. O S&P 500 ganhava 0,34%, a 3.954,48 pontos, enquanto o Nasdaq perdia 0,51%, a 10.958,81 pontos.

((Tradução Redação São Paulo, +55 11 5047-3075)) REUTERS FC LB IV