Mercado abrirá em 1 h 7 min
  • BOVESPA

    112.486,01
    +1.576,40 (+1,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.684,86
    +1.510,80 (+3,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,13
    +0,58 (+0,72%)
     
  • OURO

    1.791,40
    +31,50 (+1,79%)
     
  • BTC-USD

    17.105,48
    +216,84 (+1,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    405,24
    +4,55 (+1,14%)
     
  • S&P500

    4.080,11
    +122,48 (+3,09%)
     
  • DOW JONES

    34.589,77
    +737,24 (+2,18%)
     
  • FTSE

    7.584,26
    +11,21 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    18.736,44
    +139,21 (+0,75%)
     
  • NIKKEI

    28.226,08
    +257,09 (+0,92%)
     
  • NASDAQ

    12.021,00
    -21,25 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4083
    +0,0118 (+0,22%)
     

Wall St recua após alta dos rendimentos dos títulos atrapalhar rali das ações

Operador passa em frente a painel de cotações na Bolsa de Nova York, na cidade de Nova York, EUA

Por Ankika Biswas e Bansari Mayur Kamdar

(Reuters) - As ações dos Estados Unidos caíam nesta quarta-feira, uma vez que um rali de dois dias das ações de crescimento foi interrompido pelo aumento dos rendimentos dos Treasuries, após dados mostrarem que a demanda no mercado de trabalho norte-americano permaneceu firme e o setor de serviços desacelerou apenas modestamente, apesar do aumento das taxas de juros.

Depois de recuar no trimestre anterior, o índice S&P 500 ganhou 4% até agora nesta semana, depois que os rendimentos dos títulos soberanos dos EUA caírem por duas sessões consecutivas na esteira de dados econômicos fracos dos EUA, uma reviravolta fiscal no Reino Unido e um aumento de juro menor do que o esperado na Austrália. [.NPT]

Mas as taxas do Treasury de dez anos voltaram a subir acentuadamente nesta quarta-feira, à medida que os operadores reavaliam suas posições com base na agressividade que esperam ver do Federal Reserve no processo de aumento dos juros.

Somando-se ao impulso para os rendimentos, dados da ADP mostraram mais cedo que os empregadores privados dos EUA aumentaram as contratações em setembro, indicando mais espaço para o Federal Reserve permanecer agressivo em sua postura de política monetária.

"Os últimos dias foram basicamente um rali no mercado em baixa ('bear market', em inglês) e o mercado precisa desesperadamente capitular antes que possamos ver estabilização", disse Peter Cardillo, economista-chefe de mercado da Spartan Capital Securities LLC.

Às 12:23 (de Brasília), o Dow Jones caía 1,12%, a 29.975,40 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 2,19%, a 10.931,36 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 1,74%, a 3.725,09 pontos.