Mercado abrirá em 2 h 10 min

Wall St cai após crescimento do emprego turbinar apostas em altas de juros

Operadores trabalham na Bolsa de Valores de Nova York

Por Shreyashi Sanyal e Ankika Biswas

(Reuters) - Wall Street caía nesta sexta-feira, com um sólido crescimento do emprego e uma queda na taxa de desocupação nos Estados Unidos no mês passado oferecendo mais espaço para que o Federal Reserve siga adotando altas superdimensionadas dos juros, enquanto um alerta de receita da Advanced Micro Devices derrubava fabricantes de chips.

Um importante relatório de emprego do Departamento do Trabalho norte-americano mostrou que a criação líquida de empregos fora do setor agrícola dos EUA foi de 263 mil no mês passado, após 315 mil em agosto.

Os dados também mostraram que a taxa de desemprego caiu para 3,5% em setembro, abaixo da expectativas de manutenção em 3,7%. Operadores passaram a precificar uma chance de 92% de haver alta de 0,75 ponto percentual nos juros pelo Fed em novembro, acima da probabilidade de 83,4% vista antes do relatório.

O aumento agressivo dos custos dos empréstimos pelo banco central dos EUA tem alimentado temores de desaceleração do crescimento econômico e impacto nos lucros corporativos, mas, com o mercado de trabalho permanecendo apertado, o Fed provavelmente continuará com seu plano de aperto monetário.

"Os investidores não têm confiança em um pouso suave porque o Fed continua tendo que subir cada vez os juros mais para começar a desacelerar a economia", disse Kim Forrest, diretora de investimentos da Bokeh Capital Partners.

O índice Philadelphia de semiconductores caía 4,2%, a caminho de seu maior declínio percentual diário em quase um mês, depois que um alerta de receita da Advanced Micro Devices Inc sinalizou que os problemas do setor de chips podem ser piores do que o esperado.

A AMD despencava 7,97%, já que suas estimativas de receita do terceiro trimestre ficaram cerca de 1 bilhão de dólares abaixo do que havia sido previsto anteriormente.

O índice S&P 500 caía 2,14%, a 3.664,4 pontos, enquanto o Dow Jones caía 1,56%, a 29.458,80 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 2,39%, a 10.809,06 pontos.