Mercado abrirá em 5 h 58 min
  • BOVESPA

    108.789,33
    +556,59 (+0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,03
    +900,05 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    113,07
    +0,67 (+0,60%)
     
  • OURO

    1.808,80
    -10,10 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    29.763,01
    -731,03 (-2,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    668,62
    +425,94 (+175,52%)
     
  • S&P500

    4.088,85
    +80,84 (+2,02%)
     
  • DOW JONES

    32.654,59
    +431,17 (+1,34%)
     
  • FTSE

    7.518,35
    +53,55 (+0,72%)
     
  • HANG SENG

    20.597,33
    -5,19 (-0,03%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    12.510,50
    -49,75 (-0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1983
    -0,0121 (-0,23%)
     

Ações de crescimento pressionam Wall Street com temores sobre altas de juros

Pedestre caminha em frente a placa sinalizando Wall Street, em Nova York

Por Devik Jain e Amruta Khandekar

(Reuters) - Os índices Dow Jones e S&P 500 oscilavam com viés de baixa nesta quinta-feira, com as ações de crescimento na lanterna pela segunda sessão consecutiva, em meio a temores de investidores de que aumentos agressivos nos juros para conter a inflação mais alta em décadas possam levar a economia à recessão.

As ações de Meta Platforms, Microsoft Corp, Alphabet Inc, Apple Inc, Amazon.com e Tesla Inc, empresas de megacapitalização, cediam entre 2% e 5,9%.

Dez dos 11 principais setores do S&P caíam nesta manhã. As ações de tecnologia e consumo discricionário recuavam 1,2% e 2,4%, respectivamente.

O índice Nasdaq, com forte presença de ações de tecnologia, caiu mais de 3% na quarta-feira, após os preços ao consumidor dos Estados Unidos indicarem que a inflação deve permanecer elevada por um tempo e manter o Federal Reserve com o pé no freio da economia para esfriar a demanda.

Um relatório do Departamento do Trabalho dos EUA nesta quinta-feira mostrou que o índice de preços ao produtor para a demanda final subiu 0,5% em abril, em linha com as expectativas, após avanço de 1,6% em março.

"O que estamos vendo é que a inflação está começando a desacelerar, mas a velocidade não tem sido tão rápida quanto as pessoas esperavam. Então acho que os mercados ainda estão com medo disso", disse Gene Goldman, diretor de investimentos da Cetera Investment Management.

"Há realmente muita incerteza em torno do Fed agora. Se eles são muito agressivos, isso prejudica o crescimento econômico, mas (se) eles são muito conservadores, a inflação mais alta prejudica o consumo, o que também prejudica o crescimento."

Operadores precificam atualmente chance de 61% de um aumento de 0,75 ponto percentual nos juros pelo Fed em junho.

Às 11:45 (de Brasília), o índice S&P 500 perdia 0,12%, a 3.930,62 pontos, enquanto o Dow Jones caía 0,50%, a 31.674,09 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançava 0,43%, a 11.412,90 pontos.

(Por Amruta Khandekar)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos