Mercado fechará em 1 h 16 min
  • BOVESPA

    113.280,77
    +1.007,77 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.466,41
    -55,02 (-0,10%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,81
    +0,91 (+1,17%)
     
  • OURO

    1.945,80
    +6,60 (+0,34%)
     
  • BTC-USD

    23.161,81
    -9,89 (-0,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    525,94
    +7,15 (+1,38%)
     
  • S&P500

    4.050,84
    +33,07 (+0,82%)
     
  • DOW JONES

    33.895,72
    +178,63 (+0,53%)
     
  • FTSE

    7.771,70
    -13,17 (-0,17%)
     
  • HANG SENG

    21.842,33
    -227,40 (-1,03%)
     
  • NIKKEI

    27.327,11
    -106,29 (-0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.073,75
    +105,75 (+0,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5271
    -0,0199 (-0,36%)
     

Wall St tem alta com impulso de Alphabet e Netflix

Operadores trabalham na bolsa de Nova York, EUA

Por Shreyashi Sanyal e Amruta Khandekar

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street subiam nesta sexta-feira, com o Nasdaq liderando os ganhos depois que a Netflix deu início à temporada de balanços corporativos do setor com resultados favoráveis, enquanto a Alphabet, controladora do Google, ganhava com notícias de cortes de empregos.

Às 13h08 (horário de Brasília), o Dow Jones subia 0,28%, para 33.137,49 pontos; o S&P 500 avançava 0,50%, para 3.918,20 pontos, e o Nasdaq Composite tinha alta de 0,89%, a 10.948,85 pontos.

As ações da Netflix Inc saltaram 8%, conforme a empresa de streaming adicionou mais assinantes do que o esperado no quarto trimestre e disse que o cofundador Reed Hastings está deixando o cargo de executivo-chefe.

A atualização trimestral da Netflix ocorre em momento em que o setor de tecnologia enfrenta perspectivas sombrias devido ao aumento das taxas de juros e preocupações econômicas que forçaram empresas como Microsoft Corp e Amazon.com Inc a demitir milhares de funcionários.

A Alphabet Inc foi a última a entrar nessa lista, ao anunciar nesta sexta-feira o corte de 12 mil empregos. As ações da empresa subiam 4,2%.

Os ganhos fizeram das ações de serviços de comunicação o maior ganho entre os principais setores do S&P 500, subindo 2,7%, com tecnologia da informação a reboque, ajudada por um aumento de 1,6% na Microsoft Corp.

Os setores de serviços públicos e imobiliário, geralmente conhecidos como "defensivos", eram os que mais caíam, 1,2% e 0,6%, respectivamente.

"Os investidores estão começando a olhar para a tecnologia como um setor absolutamente derrotado, mas (sua) qualidade e fundamentos permanecem", disse Sylvia Jablonski, diretora de investimentos da Defiance ETFs.

Ainda assim, as preocupações com os lucros corporativos permanecem, já que a economia dos EUA mostra sinais de desaceleração e as preocupações com a recessão aumentam.

“Embora a Netflix tenha se saído muito bem e isso seja muito promissor, na verdade será uma das temporadas de ganhos mais difíceis para a Big Tech”, disse Jablonski.

Os principais índices de Wall Street terminaram a sessão da véspera em queda, depois que dados resilientes do mercado de trabalho renovaram as preocupações de que o Federal Reserve continuará seu ciclo agressivo de alta de juros, apesar de evidências recentes apontarem para uma redução nas pressões de preços.