Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    48.581,92
    +662,36 (+1,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Nasdaq avança após forte previsão da Microsoft

·1 min de leitura
Fachada da Bolsa de Nova York

Por Devik Jain e Shashank Nayar

(Reuters) - O Nasdaq liderava os ganhos entre os principais índices de Wall Street nesta quarta-feira, com uma previsão robusta da Microsoft apoiando o otimismo sobre a temporada de balanços do terceiro trimestre, enquanto uma queda nos preços do petróleo prejudicava papéis de empresas de energia.

Os índices S&P 500 e Dow Jones lutaram por direção durante a primeira hora de negociações, com 7 dos 11 principais índices setoriais do S&P 500 caindo.

A Microsoft saltava 3,6%, depois de prever forte desempenho para o fim do ano, ajudada por suas operações no setor de armazenamento em nuvem. A Alphabet, proprietária do Google, ganhava 3,3%, após divulgar balanço trimestral recorde devido a aumento nas vendas de anúncios.

Suas ações, assim como outros nomes de mega capitalização, como Amazon.com e Tesla, proporcionavam o maior impulso para o Nasdaq.

As preocupações sobre a alta dos preços, impostos corporativos potencialmente mais altos e planos de redução de estímulo do Federal Reserve abalaram os mercados no mês passado, mas balanços otimistas têm ajudado o sentimento em outubro. O S&P 500 e o Dow tocaram máximas históricas nesta semana.

Às 12:03 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,21%, a 35.680 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,06%, a 4.572 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,27%, a 15.276 pontos.

(Por Devik Jain)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos