Mercado fechará em 2 h 34 min
  • BOVESPA

    100.690,09
    +2.017,84 (+2,04%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.177,85
    +436,35 (+0,91%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,10
    +2,48 (+2,30%)
     
  • OURO

    1.826,50
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    20.751,05
    -546,85 (-2,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    452,39
    -9,40 (-2,04%)
     
  • S&P500

    3.908,36
    -3,38 (-0,09%)
     
  • DOW JONES

    31.496,76
    -3,92 (-0,01%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.088,00
    -52,50 (-0,43%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5273
    -0,0251 (-0,45%)
     

Wall Street sobe com rali de ações de crescimento; Twitter recua

Placa em frente à Bolsa de Valores de Nova York sinaliza Wall Street

Por Devik Jain e Medha Singh

(Reuters) - Os principais índices de ações dos Estados Unidos recuperavam nesta segunda-feira parte do terreno perdido na semana passada, com investidores comprando papéis de gigantes como Apple e Amazon.com, enquanto Twitter caía depois de Elon Musk ameaçar desistir de seu acordo de 44 bilhões de dólares para compra da empresa.

Dez dos 11 principais setores do S&P avançavam no início do pregão, com serviços de comunicação e empresas financeiras liderando os ganhos, com alta de 2% e 1,8%, respectivamente. O setor de energia contrariava a tendência e perdia 0,5%.

Apple Inc, Tesla Inc, Alphabet Inc e Amazon.com ganhavam entre 1,9% e 3,8%.

"Não vejo muitos catalisadores positivos no momento. Estamos basicamente de volta à volatilidade de padrão, onde você tem um dia de grande alta seguido por um dia de grande baixa e isso vai e volta", disse Randy Frederick, diretor-gerente de operações e derivativos da Charles Schwab.

Todos os olhares estarão voltados para dados do índice de preços ao consumidor dos EUA, com divulgação marcada para sexta-feira, em busca de mais pistas sobre a trajetória dos próximos aumentos de juros pelo Federal Reserve. Sinais de que a inflação segue elevada podem assustar os mercados, já atingidos por temores de que um Fed muito agressivo possa levar a economia a uma recessão.

Os mercados monetários já precificaram totalmente aumentos de 0,50 ponto percentual pelo banco central dos EUA em cada uma das reuniões da próxima semana e de julho.

O clima benigno nesta segunda-feira também era sustentado pelo otimismo em relação à flexibilização das repressões regulatórias na China, além de sinais de que Pequim e Xangai estão retornando à vida normal após o maior surto de Covid-19 do país em dois anos.

Às 12:03 (de Brasília), o índice S&P 500 ganhava 1,31%, a 4.162,34 pontos, enquanto o Dow Jones subia 0,96%, a 33.215,45 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançava 1,75%, a 12.223,48 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos