Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,10 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,43 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,34
    -0,26 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.744,10
    -14,10 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    59.956,09
    -329,31 (-0,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,89
    +8,35 (+0,68%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,00 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,30 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,06 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.811,00
    +63,25 (+0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7625
    +0,1276 (+1,92%)
     

S&P 500 toca máxima recorde antes de detalhes sobre plano de gastos de Biden

Medha Singh e Devik Jain
·1 minuto de leitura
Bolsa de Nova York

Por Medha Singh e Devik Jain

(Reuters) - As ações de tecnologia ajudaram o índice S&P 500 a tocar uma máxima recorde nesta quarta-feira, conforme os investidores aguardavam detalhes sobre o enorme plano de infraestrutura do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, enquanto Wall Street caminhava para seu quarto ganho trimestral consecutivo.

O pacote de 3 trilhões a 4 trilhões de dólares terá como alvo projetos de infraestrutura tradicionais, como estradas e pontes, bem como investimentos no mercado de veículos elétricos.

O tamanho e a escala da proposta, assim como a questão de como ela será paga, provavelmente definirão o cenário para o próximo confronto partidário no Congresso dos EUA.

"O mercado hoje está de volta à tecnologia e saindo de ações industriais ligadas à reabertura econômica e certamente dos ativos de infraestrutura que estavam em foco ontem", disse Paul Nolte, gerente de portfólio da Kingsview Asset Management.

Depois de liderar o rali de Wall Street ante mínimas pandêmicas do ano passado, o ganho de 3% do Nasdaq, pesado em tecnologia, ficou atrás dos saltos de 6% e 8% dos índices S&P 500 e Dow Jones, respectivamente, neste trimestre.

Às 13:14 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,08%, a 33.095 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,691667%, a 3.986 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 1,77%, a 13.277 pontos.

O setor de tecnologia ganhava cerca de 1,6%, enquanto as ações financeiras e de energia operavam em baixa, em uma reversão da tendência deste trimestre.