Mercado fechará em 4 h 7 min
  • BOVESPA

    108.090,38
    +1.618,46 (+1,52%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.370,69
    +647,26 (+1,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,88
    +0,87 (+0,98%)
     
  • OURO

    1.805,90
    +14,70 (+0,82%)
     
  • BTC-USD

    23.951,29
    +872,85 (+3,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    558,39
    +15,51 (+2,86%)
     
  • S&P500

    4.155,99
    +10,80 (+0,26%)
     
  • DOW JONES

    32.912,84
    +109,37 (+0,33%)
     
  • FTSE

    7.482,37
    +42,63 (+0,57%)
     
  • HANG SENG

    20.045,77
    -156,17 (-0,77%)
     
  • NIKKEI

    28.249,24
    +73,37 (+0,26%)
     
  • NASDAQ

    13.206,50
    -22,25 (-0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2399
    -0,0267 (-0,51%)
     

Disseminação da Ômicron provoca temores de restrições mais duras e Wall St cai

·2 min de leitura
Placa de Wall Street em frente à Bolsa de Nova York, na cidade de Nova York, EUA

Por Shreyashi Sanyal e Anisha Sircar

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street caíam mais de 1% nesta segunda-feira, pressionados por preocupações com o impacto de restrições mais rígidas contra a Covid-19 na economia global e um revés potencialmente devastador para um plano trilionário de investimentos do presidente norte-americano Joe Biden.

O aumento das infecções globais pela nova variante gerava preocupações nos mercados financeiros, uma vez que vários países europeus e o Reino Unido avaliam a possibilidade de restrições durante o Natal.

As ações de viagem sofriam as maiores quedas, com o índice S&P 1500 de empresas áreas em baixa de 2,0%. O Royal Caribbean Group perdia 1,8%, depois de dizer que 48 pessoas em seu navio de cruzeiro Symphony of the Seas testaram positivo para a Covid-19.

"Tipicamente, o que acontece na Europa é como uma prévia do que vemos nos Estados Unidos", disse Chris Zaccarelli, chefe de investimento da Independent Advisor Alliance.

Todos os 11 principais setores do S&P 500 caíam neste pregão, com o de energia em forte queda de 3,0%, em meio ainda ao tombo do petróleo.

Tecnologia, serviços de comunicação e consumo discricionário, setores que reúnem a maioria das ações de empresas de crescimento com megacapitalização de mercado, estendiam as perdas da sessão anterior.

Afetando ainda mais o sentimento, o senador norte-americano Joe Manchin disse no domingo que não dará suporte ao projeto de 1,75 trilhão de dólares de investimento doméstico do presidente norte-americano, Joe Biden.

Às 12:23 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 1,67%, a 34.775,41 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 1,55%, a 4.548,79 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 1,49%, a 14.943,07 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos