Mercado fechará em 2 h 12 min
  • BOVESPA

    117.570,25
    +372,43 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.585,57
    +739,74 (+1,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,21
    +0,45 (+0,51%)
     
  • OURO

    1.720,00
    -0,80 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    20.118,71
    -75,21 (-0,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    457,53
    -5,59 (-1,21%)
     
  • S&P500

    3.764,70
    -18,58 (-0,49%)
     
  • DOW JONES

    30.063,82
    -210,05 (-0,69%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    18.012,15
    -75,82 (-0,42%)
     
  • NIKKEI

    27.311,30
    +190,77 (+0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.601,00
    -22,75 (-0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1051
    -0,0628 (-1,22%)
     

Wall St sobe com investidor à espera de sinais de Jackson Hole

Operadores trabalham no salão da Bolsa de Valores de Nova York

Por Bansari Mayur Kamdar e Devik Jain

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street tinham alta nesta quinta-feira, apoiados por ações de crescimento de megacapitalização e bancos, enquanto o foco se mantém voltado para o simpósio anual de Jackson Hole do Federal Reserve, com investidores em busca de pistas sobre as perspectivas para a política monetária do banco central norte-americano.

Wall Street interrompeu uma sequência de três pregões de baixa na quarta-feira, com impulso de fortes ganhos em ações de energia, mas encerrou a sessão longe das máximas intradiárias, já que os mercados permaneceram cautelosos sobre como o Fed planeja conter a inflação em meio a crescentes preocupações com a desaceleração do crescimento global.

"As pessoas estão voltando ao mercado gradualmente com a suposição de que muitas das más notícias já foram precificadas", disse Brian Vendig, presidente da MJP Wealth Advisors.

Um discurso de Jerome Powell, chair do Fed, na sexta-feira em Jackson Hole será examinado em busca de qualquer sinal de que uma desaceleração econômica possa alterar a estratégia do banco central e de indicações sobre se a autoridade monetária conseguirá alcançar um "pouso suave" para a economia.

"Os investidores vão querer saber se o Fed vai ou não fechar os olhos e aumentar as taxas de juros e combater a inflação à custa do crescimento econômico", acrescentou Vendig.

Dados de mais cedo mostraram que a economia dos EUA recuou a um ritmo mais lento do que se pensava inicialmente no segundo trimestre, uma vez que os gastos do consumidor amenizaram parte do impacto de um ritmo mais lento de acumulação de estoques, dissipando temores de que uma recessão já estaria em andamento.

Operadores veem probabilidade um pouco maior de um terceiro aumento de 0,75 ponto percentual nos juros pelo Fed em sua reunião de política monetária de setembro, em comparação com um ajuste de 0,50 ponto.

Às 11:45 (de Brasília), o índice S&P 500 ganhava 0,98%, a 4.181,30 pontos, enquanto o Dow Jones subia 0,47%, a 33.124,97 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançava 1,31%, a 12.594,61 pontos.