Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.683,55
    -126,65 (-0,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,14
    -0,13 (-0,25%)
     
  • OURO

    1.854,30
    -1,90 (-0,10%)
     
  • BTC-USD

    32.837,07
    +47,75 (+0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    669,76
    +59,77 (+9,80%)
     
  • S&P500

    3.841,47
    -11,60 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    30.996,98
    -179,02 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.695,07
    -20,35 (-0,30%)
     
  • HANG SENG

    29.707,60
    +259,75 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    28.720,39
    +88,94 (+0,31%)
     
  • NASDAQ

    13.444,50
    +83,00 (+0,62%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6547
    +0,0027 (+0,04%)
     

Wall St fecha em máxima recorde com sanção de estímulo fiscal

Chuck Mikolajczak
·2 minuto de leitura
A bandeira dos EUA é vista em um prédio em Wall Street

Por Chuck Mikolajczak

NOVA YORK (Reuters) - Os mercados de ações dos Estados Unidos tiveram um rali nesta segunda-feira, com cada um dos principais índices de Wall Street fechando em níveis recordes, depois de a sanção pelo presidente Donald Trump de um projeto muito aguardado de 2,3 trilhões de dólares para combate aos efeitos da pandemia fortalecer o otimismo sobre a recuperação econômica.

Em uma mudança repentina no domingo, Trump recuou de sua ameaça de obstruir o projeto de lei muito disputado, restaurando os benefícios de desemprego para milhões de norte-americanos e evitando o "shutdown" da máquina pública.

"É um tom positivo para o mercado norte-americano e parte disse deve-se à assinatura do pacote de estímulo por Trump, que parecia estar sob desconfiança, mas finalmente foi cumprido", disse Tim Ghriskey, estrategista-chefe de investimentos do Inverness Counsel em Nova York.

"Ainda temos uma sequência para o rali de Natal e para o mercado favorável que tivemos por aqui", acrescentou.

O Dow Jones subiu 0,68%, para 30.403,97 pontos, o S&P 500 ganhou 0,87%, para 3.735,36 pontos, e o ​​Nasdaq valorizou-se 0,74%, para 12.899,42 pontos.

As ações atingidas pelos lockdowns em decorrência do coronavírus, como companhias aéreas e cruzeiros, avançaram. O índice S&P 1500 das companhias aéreas teve alta de 0,9%, já que as companhias aéreas devem receber 15 bilhões de dólares, além de assistência à folha de pagamento, sob o novo auxílio governamental.

As operadoras de cruzeiros Royal Caribbean Cruises Ltd, Carnival Corp e Norwegian Cruise Line Holdings Ltd valorizaram-se, cada uma, pelo menos 3%

Entre os diferentes segmentos, os ganhos foram liderados por serviços de comunicação, consumo discricionário e tecnologia, com cada um subindo mais de 1%.

(Por Chuck Mikolajczak)