Mercado abrirá em 2 h 16 min
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,26 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,77 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,00
    -4,09 (-4,44%)
     
  • OURO

    1.791,00
    -24,50 (-1,35%)
     
  • BTC-USD

    24.179,58
    -511,84 (-2,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    573,61
    +2,33 (+0,41%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,35 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.493,64
    -7,25 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    20.040,86
    -134,76 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.871,78
    +324,80 (+1,14%)
     
  • NASDAQ

    13.527,75
    -50,00 (-0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1663
    -0,0372 (-0,71%)
     

Wall St fecha em baixa por queda de ações bancárias e Apple

Operadores trabalham no salão da Bolsa de Valores de Nova York

Por Echo Wang

(Reuters) - Wall Street fechou em queda nesta segunda-feira, depois que os papéis de bancos devolveram ganhos de mais cedo e as ações da Apple recuaram após um relatório apontar que a empresa planeja desacelerar o crescimento de contratações e gastos no próximo ano.

O índice S&P 500 fechou em queda de 0,84%, a 3.830,85 pontos. O Dow Jones caiu 0,69%, a 31.072,61 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuou 0,81%, a 11.360,05 pontos.

Depois de ganhos sólidos no início do pregão, após a divulgação dos balanços do Bank of America Corp e do Goldman Sachs Group Inc, o índice S&P para o setor financeiro enfraqueceu no encerramento dos negócios.

As ações da Apple reverteram o curso e fecharam em queda de 2,1%, a 147,1 dólares, depois de a Bloomberg informar que a empresa planeja diminuir o crescimento de contratações e de gastos no próximo ano em algumas unidades para lidar com uma possível desaceleração econômica.

"É realmente difícil sustentar um impulso ascendente", disse Ross Mayfield, analista de estratégia de investimentos da Baird em Louisville, Kentucky. "E essa é a história dos mercados em baixa."

Nove dos 11 principais setores do S&P 500 perderam terreno. Os índices de saúde e de serviços públicos sofreram a maior queda percentual, enquanto o de energia obteve o maior ganho.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos