Mercado fechado

Wall St tem melhor junho em décadas com G20 no foco

Por Stephen Culp
.

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices acionários de Wall Street fecharam em alta nesta sexta-feira, em sessão de forte volume, com o S&P 500 e o Dow Jones concluindo o melhor mês de junho em gerações, antes das aguardadas negociações comerciais entre os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da China, Xi Jinping, na cúpula do G20 no Japão.

O índice Dow Jones subiu 0,28%, a 26.600 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,57%, a 2.942 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,48%, a 8.006 pontos.

Todos os três principais índices de ações dos EUA ganharam terreno ao final da semana. Eles acumularam também ganhos no mês, no trimestre e na primeira metade do ano, período no qual o mercado de ações norte-americano teve um desempenho notável.

O S&P 500 teve o melhor junho desde 1955. O Dow registrou o maior ganho percentual para o mês desde 1938, os últimos dias da Grande Depressão.

Depois de vendas generalizadas em dezembro passado, por causa de temores de uma desaceleração econômica global, o S&P 500 saltou 17,3%, maior alta para o primeiro semestre desde 1997.

"O mercado chegou à conclusão de que o mundo não vai acabar", disse John Ham, consultor financeiro do New England Investment and Retirement Group. "Além disso, Powell (Jerome Powell, chairman do Fed) deu uma virada de 180º desde a última alta (de juros) do Fed, o que nos levou a um ótimo semestre", acrescentou.

Trump sinalizou esperanças de que seu encontro com Xi na cúpula do G20 será produtivo, mas disse que não fez nenhuma promessa sobre a suspensão das tarifas.

"Todo mundo está focado na reunião Trump/Xi, e a maioria dos investidores está esperando por um cessar-fogo", acrescentou Ham. "Nesse ponto, é apenas uma questão de quanto de cessar-fogo conseguimos."

As ações do setor financeiro lideraram os ganhos no S&P 500 e no Dow, depois que os grandes bancos dos EUA passaram em "testes de estresse" do Fed, com o banco central dando às empresas uma boa avaliação de saúde. O índice S&P 500 para bancos ganhou 2,4%.

O volume de negócios aumentou em meio à reestruturação anual dos índices da família Russell, tradicionalmente um dos dias de maior negociação do ano.

Todos os 11 principais setores do S&P 500 terminaram a sessão em território positivo.