Mercado abrirá em 5 h 46 min
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,35
    +0,05 (+0,07%)
     
  • OURO

    1.781,30
    +4,60 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    34.314,81
    +1.184,14 (+3,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    823,29
    +36,67 (+4,66%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    29.283,78
    +401,32 (+1,39%)
     
  • NIKKEI

    29.066,18
    +190,95 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    14.360,25
    +6,00 (+0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8696
    +0,0073 (+0,12%)
     

Wall St encerra em queda após ata do Fed; criptomoedas recuam

·2 minuto de leitura
Fachada do prédio da Bolsa de Nova York

Por Echo Wang

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street encerraram em baixa nesta quarta-feira, depois que a ata do Fed mostrou que os participantes da reunião de abril concordaram que a economia norte-americana permanecia distante dos objetivos do banco central dos EUA, com alguns de olho em uma discussão futura sobre redução do programa de compra de títulos.

O S&P 500 estendeu as perdas após a divulgação da ata ter revelado que algumas autoridades do Fed avaliaram que se a economia continuasse a progredir rapidamente seria apropriado, "em algum ponto" nas próximas reuniões, começar a discutir uma redução das compras mensais de títulos pelo Fed, política destinada a manter baixas as taxas de juros de longo prazo.

"Continua a haver uma visão e uma perspectiva das autoridades, bem como da equipe do Fed, de que essas pressões inflacionárias que estão começando a se tornar evidentes permanecerão transitórias, de acordo com suas visões, e provavelmente diminuirão conforme fizermos a transição para 2022", disse Bill Northey, diretor sênior de investimentos dos EUA para o U.S. Bank Asset Management Group, em Minneapolis.

Fortes dados de inflação e sinais de escassez de trabalhadores alimentaram nas últimas semanas temores e agitaram os mercados acionários, apesar das garantias das autoridades do Fed de que o aumento dos preços será temporário.

O índice Dow Jones caiu 0,48%, a 33.896 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,294344%, a 4.116 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,03%, a 13.300 pontos.

Contribuindo para o clima de aversão a risco nesta quarta-feira, o bitcoin e o ether estavam a caminho de registrar a maior perda diária desde março do ano passado, na esteira da decisão da China de proibir instituições financeiras e de pagamento de fornecer serviços de criptomoeda.

As duas principais moedas digitais caíram até 30% e 45%, respectivamente, mas reduziram significativamente suas perdas nas negociações da tarde, depois de dois de seus maiores apoiadores --o presidente executivo da Tesla Inc, Elon Musk, e a presidente executiva da Ark Invest, Cathie Wood-- reiterarem seu apoio ao bitcoin.

Empresas relacionadas a esse mercado, como a operadora de bolsa de criptomoedas Coinbase Global e as mineradoras de criptomoedas Riot Blockchain e Marathon Digital Holdings viram suas ações recuarem drasticamente nesta quarta-feira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos