Mercado fechará em 5 h 30 min

Wall St encerra em alta com Fed amenizando receios sobre recuperação

Por Stephen Culp
.

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) - Wall Street encerrou em alta nesta segunda-feira, após anúncio pelo banco central dos Estados Unidos sobre seu programa de compra de títulos corporativos impulsionar a confiança de investidores, a qual vinha patinando em meio a um salto nos novos casos do Covid-19.

Todos os três principais índices de ações dos EUA reverteram perdas ao longo da tarde, após decisão do Federal Reserve de aplicar uma abordagem de indexação à sua linha de crédito corporativo no mercado secundário para criar um portfólio mais diversificado.

"Sem dúvida, o mercado gostou: quem não gosta de mais bolo e sorvete?", disse Robert Pavlik, estrategista-chefe de investimentos, gestor sênior de portfólio da SlateStone Wealth LLC em Nova York.

"Isso estimula operadores a comprar ações individuais e assumir riscos mais altos porque o Fed tem apoiado o mercado de títulos e mantido controle mais rígido sobre as taxas de juros", acrescentou.

Uma enxurrada de liquidez, sob a forma de estímulos fiscal e econômico, juntamente com reaberturas desiguais, mas constantes, de economias estaduais e locais provocaram uma notável recuperação no mercado acionários desde a última semana de março.

Os ganhos da sessão foram liderados por ações cíclicas, com o segmento financeiro do S&P 500 desfrutando dos maiores ganhos percentuais do dia.

O índice de bancos do S&P 500 subiu 1,6%.

O Dow Jones subiu 0,62%, para 25.763,16 pontos, o S&P 500 ganhou 0,83%, para 3.066,59 pontos, e o Nasdaq acrescentou 1,43%, para 9.726,02 pontos.