Mercado fechado

Wall St encerra em alta com continuidade de negociações de estímulo

Por Caroline Valetkevitch
·2 minutos de leitura
.
.

Por Caroline Valetkevitch

(Reuters) - As ações dos Estados Unidos encerraram em alta nesta sexta-feira e o S&P 500 e o Nasdaq registraram seus maiores ganhos percentuais semanais desde julho, à medida que o otimismo em relação a mais um pacote de auxílio fiscal federal cresceu.

A estimativa era que as negociações continuassem em torno de um pacote de alívio à Covid-19, embora a presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, não tenham conseguido alcançar um acordo nesta sexta-feira.

Mnuchin apresentou uma nova proposta na tarde desta sexta-feira, mas um assessor de Pelosi disse que faltava um plano amplo para conter a pandemia.

As recentes negociações em Wall Street foram ditadas pelas manchetes sobre o auxílio fiscal, com os três principais índices recuando na terça-feira depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, cancelou as negociações. Desde então, ele indicou que estava disposto a retomar as discussões.

"O mercado está reagindo bem à súbita reviravolta de Trump em termos de um pacote fiscal", disse Tim Ghriskey, estrategista-chefe de investimentos do Inverness Counsel em Nova York. "Muito disso tem sido política, mas muitas pessoas acreditam que a economia realmente precisa de algum suporte econômico aqui, então isso é uma coisa boa."

O setor de papéis tecnológicos do S&P 500 <.SPLRCT> subiu 1,5%, dando ao S&P 500 seu maior impulso. O índice Russell 2000 <.RUT>, de empresas de baixa capitalização, subiu 6,4% na semana, registrando seu maior ganho percentual desde o início de junho.

O Dow Jones <.DJI> subiu 0,57%, para 28.586,9 pontos, o S&P 500 <.SPX> ganhou 0,88%, para 3.477,14 pontos, e o Nasdaq <.IXIC> valorizou-se 1,39%, para 11.579,94 pontos.

Na semana, o S&P 500 subiu 3,8% e o Nasdaq teve alta de 4,6%, constituindo seus maiores ganhos percentuais semanais desde julho. O Dow Jones apresentou valorização de 3,3%, maior alta semanal desde agosto.

(Reportagem adicional de Devik Jain e Sagarika Jaisinghani em Bengaluru)