Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.865,90
    -50,40 (-2,63%)
     
  • BTC-USD

    23.313,95
    -115,36 (-0,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Wall St cai conforme dados do mercado de trabalho dos EUA alimentam temores sobre o Fed

Prédio da Bolsa de Nova York, EUA

Por Chuck Mikolajczak

NOVA YORK (Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos fecharam em baixa nesta quinta-feira, depois de dados que apontaram para um mercado de trabalho apertado renovaram preocupações de que o Federal Reserve continuará sua trajetória agressiva de aumentos de juros que podem levar a economia norte-americana a uma recessão.

Um relatório do Departamento do Trabalho dos EUA mostrou que os pedidos semanais de auxílio-desemprego foram menores do que o esperado, uma indicação de que o mercado de trabalho permanece sólido, apesar dos esforços do Fed para reprimir a demanda por trabalhadores.

As expectativas de que o banco central norte-americano reduziria ainda mais a magnitude de seus aumentos na taxa de juros em seu anúncio de política monetária no próximo mês permaneceram inalteradas pelo relatório.

Outros dados mostraram que a atividade manufatureira na região do Meio-Atlântico norte-americano foi moderada novamente em janeiro, enquanto dados do Departamento de Comércio confirmaram a persistência da recessão no mercado imobiliário.

O Dow Jones caiu 0,76%, para 33.044,56 pontos. O S&P 500 perdeu 0,76%, para 3.898,85 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,96%, para 10.852,27 pontos.

Tanto o S&P 500 quanto o Dow Jones cederam pela terceira sessão consecutiva, a maior sequência de quedas em um mês.