Mercado fechará em 1 h 14 min

Wall St avança com setor de serviços forte e sob esperança de recuperação da China

Por Caroline Valetkevitch
.

Por Caroline Valetkevitch

(Reuters) - As ações dos Estados Unidos avançaram acentuadamente nesta segunda-feira, com uma recuperação da atividade do setor de serviços dos EUA em junho e as expectativas de uma recuperação da economia da China impulsionando o otimismo, o que ajudou os investidores a olharem além do aumento dos novos casos de coronavírus nos EUA.

O índice de atividade de serviços nos EUA do Instituto de Gestão do Fornecimento (ISM, na sigla em inglês) quase retornou aos níveis pré-Covid-19 no mês passado, saltando para 57,1, a maior leitura desde fevereiro, sobre 45,4 em maio, segundo um relatório.

"Esses números são importantes e ajudam a explicar o aumento da confiança do consumidor", disse Quincy Krosby, estrategista-chefe de mercado da Prudential Financial em Newark, Nova Jersey.

Os investidores também apostam na melhora da economia chinesa e em seu impacto no crescimento global, com o iuan elevando as moedas atreladas a commodities em relação ao dólar. Anteriormente, as ações chinesas subiram mais de 5%.

Recentemente, uma série de dados favoráveis nos EUA, incluindo um aumento recorde nas folhas de pagamento mensais, elevou o Nasdaq aos maiores níveis de todos os tempos e valorizou o S&P 500 em mais de 40% em relação ao seu menor nível de fechamento, em 23 de março.

Os ganhos ocorreram apesar do aumento recorde de novos casos do Covid-19 em 16 Estados nos EUA neste mês, que podem dificultar ainda mais os planos de reabertura e criar um risco para a recuperação econômica.

No fim de semana do feriado do Dia da Independência, vários Estados reportaram um aumento recorde de novas infecções, com a Flórida superando a maior contagem diária informada por qualquer país europeu durante o pico do surto na região.

O Dow Jones avançou 1,78%, para 26.287,03 pontos, o S&P 500 ganhou 1,59%, para 3.179,72 pontos, e o Nasdaq valorizou 2,21%, para 10.433,65 pontos.


(Reportagem adicional de Medha Singh e C Nivedita em Bengaluru)