Mercado fechará em 6 h 10 min
  • BOVESPA

    110.736,64
    -979,36 (-0,88%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.395,94
    0,00 (0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,60
    +0,86 (+1,09%)
     
  • OURO

    1.653,20
    -2,40 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    19.172,17
    +251,76 (+1,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    439,42
    +6,32 (+1,46%)
     
  • S&P500

    3.694,41
    +1,18 (+0,03%)
     
  • DOW JONES

    29.515,98
    -74,43 (-0,25%)
     
  • FTSE

    6.978,39
    -40,21 (-0,57%)
     
  • HANG SENG

    17.855,14
    -78,13 (-0,44%)
     
  • NIKKEI

    26.431,55
    -722,28 (-2,66%)
     
  • NASDAQ

    11.439,25
    +62,50 (+0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1413
    +0,0437 (+0,86%)
     

Wall Street recua com persistência de temores sobre aumentos de juros

Placa em frente à Bolsa de Valores de Nova York sinaliza Wall Street

Por Ankika Biswas e Sruthi Shankar

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street caíam nesta quinta-feira, pressionados por ações de tecnologia e crescimento, com investidores receosos com a abordagem agressiva do Federal Reserve no controle da inflação antes de uma decisão sobre a taxa de juros na semana que vem.

Os três principais índices têm lutado por impulso desde que uma leitura mais alta do que o esperado da inflação de preços ao consumidor, divulgada na terça-feira, provocou a pior liquidação em mais de dois anos no mercado acionário dos EUA.

Leituras divulgadas nesta quinta-feira mostraram que as vendas no varejo dos EUA subiram 0,3% em agosto, acima do esperado, em sinal de que a economia pode tolerar taxas de juros mais altas à medida que o Fed aperta a política monetária.

Um relatório separado do Departamento do Trabalho norte-americano mostrou que os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 5 mil, para 213 mil em dado ajustado sazonalmente, na semana encerrada em 10 de setembro, sinalizando a resiliência do mercado de trabalho dos EUA.

"As condições econômicas são muito boas nos EUA e isso é bastante compatível com a trajetória de alta de 75 pontos-base nos juros na próxima reunião (do Fed)", disse Mabrouk Chetouane, chefe de estratégia de mercados globais da Natixis Investment Managers Solutions.

"Se os investidores ainda estão subestimando a determinação do Fed de lutar contra a inflação, uma das principais preocupações é que veremos a volatilidade aumentar nas próximas semanas."

Apple Inc, Microsoft e Alphabet Inc caíram cerca de 1,0% cada nesta quinta-feira. A Netflix Inc ganhava 5,1% depois que a Evercore ISI atualizou as ações da empresa para "outperform".

Os bancos, que tendem a se beneficiar de ambiente de juros crescentes, saltavam 2,1%. Já as ações de saúde eram impulsionadas pela forte previsão de resultados da seguradora Humana Inc.

Às 12:10 (de Brasília), o índice S&P 500 perdia 0,76%, a 3.916,14 pontos, enquanto o Dow Jones caía 0,30%, a 31.042,26 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 1,19%, a 11.580,21 pontos.