Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.425,98
    +1,51 (+0,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

S&P 500 e Dow sobem após dados de inflação; Nasdaq ronda estabilidade com temores sobre juros

Pedestre caminha em frente à Bolsa de Valores de Nova York

Por Amruta Khandekar e Devik Jain

(Reuters) - Os índices S&P 500 e Dow Jones subiam em meio a negociações instáveis nesta quarta-feira, impulsionados por ganhos de ações de bancos e empresas de energia, enquanto o Nasdaq, com forte peso de papéis de tecnologia, ficava sob alguma pressão após dados de inflação consolidarem expectativas de aumentos agressivos nos juros norte-americanos.

Dez dos 11 principais setores do S&P avançavam no dia. As ações de energia ganhavam 3,4% com os preços do petróleo subindo mais de 4%, impulsionados por preocupações com a oferta.

O setor financeiro avançava 1,1%, enquanto os bancos saltavam 1,5%, acompanhando os rendimentos dos Treasuries de dez anos, que voltavam a superar 3% nesta quarta-feira.

No entanto, a perspectiva de juros mais altos nos Estados Unidos afetava ações de megacapitalização, como Amazon.com, Microsoft Corp, Apple Inc, Meta Platforms e Tesla Inc, que perdiam entre 0,2% e 0,8%.

O relatório do Departamento do Trabalho dos EUA mostrou que o índice de preços ao consumidor subiu 0,3% no mês passado, o menor ganho desde agosto de 2021, mas ainda acima da previsão de economistas de alta de 0,2%.

O aumento mensal dos preços foi muito menor em comparação com o salto de 1,2% registrado em março, que havia sido o mais intenso desde setembro de 2005, mas operadores ainda estão precificando uma chance de 77% de um aperto de 0,75 ponto percentual nos juros pelo Federal Reserve no mês que vem.

"Os dados ressaltam que a inflação e os preços crescentes provavelmente ainda não atingiram seu pico", disse Greg Bassuk, executivo-chefe da AXS Investments em Port Chester, Nova York.

Às 12:05 (de Brasília), o índice S&P 500 ganhava 0,89%, a 4.036,60 pontos, enquanto o Dow Jones subia 0,76%, a 32.406,47 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançava 0,05%, a 11.743,92 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos