Mercado fechará em 1 h 29 min
  • BOVESPA

    112.190,40
    -125,76 (-0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.531,65
    -243,26 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,99
    -0,69 (-0,87%)
     
  • OURO

    1.939,40
    -6,20 (-0,32%)
     
  • BTC-USD

    23.171,71
    -435,50 (-1,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    524,83
    -13,04 (-2,42%)
     
  • S&P500

    4.041,04
    -29,52 (-0,73%)
     
  • DOW JONES

    33.901,97
    -76,11 (-0,22%)
     
  • FTSE

    7.784,87
    +19,72 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    22.069,73
    -619,17 (-2,73%)
     
  • NIKKEI

    27.433,40
    +50,84 (+0,19%)
     
  • NASDAQ

    12.042,75
    -179,50 (-1,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5647
    +0,0185 (+0,33%)
     

Meta Platforms e bancos puxam Wall Street para baixo

Operador trabalha na Bolsa de Nova York

Por Devik Jain e Ankika Biswas

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street caíam nesta terça-feira, pressionados por ações da Meta Platforms e de bancos, enquanto os investidores se preocupavam com a possibilidade de um ciclo mais longo de alta de juros, apesar dos alertas de uma possível recessão no ano que vem.

Meta chegou a cair 5,8%, pesando fortemente sobre o S&P 500 e o Nasdaq após relato sobre uma decisão da UE dizendo que o Facebook e o Instagram não deveriam exigir que os usuários concordassem com anúncios personalizados com base em sua atividade digital.

O Bank of America caía 2,9%, liderando as quedas no setor financeiro. O chefe-executivo do banco disse que a pesquisa do banco prevê três trimestres de crescimento negativo moderado no próximo ano.

JPMorgan Chase e o principal chefe do banco, Jamie Dimon, também alertaram para uma recessão de leve a mais pronunciada à frente.

"É o medo da recessão que muitos investidores têm... a preocupação é que os lucros comecem a cair mais significativamente na recessão", disse Rick Meckler, sócio da Cherry Lane Investments em New Vernon, Nova Jersey.

As apostas no mercado monetário apontam para uma chance de 91% de que o banco central dos EUA possa aumentar as taxas em 50 pontos-base em sua reunião de política monetária de 13 a 14 de dezembro, com a expectativa de que as taxas cheguem ao pico de 4,995% em maio de 2023, acima dos 4,92% estimados na segunda-feira antes de dados de PMI.

Às 13h12 (horário de Brasília), o Dow Jones caía 0,53%, a 33.767,61 pontos. O Standard & Poor's 500 recuava 1,06%, a 3.956,63 pontos, e o Nasdaq tinha queda de 1,55%, a 11.065,60 pontos.