Mercado fechará em 1 h 50 min
  • BOVESPA

    119.536,01
    -28,43 (-0,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.860,57
    +460,77 (+0,95%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,83
    -0,80 (-1,22%)
     
  • OURO

    1.815,20
    +30,90 (+1,73%)
     
  • BTC-USD

    56.867,93
    -535,51 (-0,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.479,29
    +7,88 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.175,58
    +7,99 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.370,99
    +140,65 (+0,41%)
     
  • FTSE

    7.076,17
    +36,87 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.637,46
    +219,46 (+0,77%)
     
  • NIKKEI

    29.331,37
    +518,77 (+1,80%)
     
  • NASDAQ

    13.496,25
    +5,25 (+0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3722
    -0,0547 (-0,85%)
     

Waldery diz que governo pretende recompor recursos para desenvolvimento de vacinas

·1 minuto de leitura
O secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues. 08/08/2019. REUTERS/Amanda Perobelli.

BRASÍLIA (Reuters) - O secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, disse nesta segunda-feira que o governo já discute uma recomposição das dotações orçamentárias voltadas ao desenvolvimento de vacinas próprias contra a Covid-19.

"Reforço aqui que a junta orçamentária tratará deste tema", disse Waldery durante audiência pública em comissão do Congresso que acompanha a questão da Covid, acrescentando que o tema é "prioritário".

Uma das alternativas possíveis, segundo ele, é realocação de recursos de outras despesas, que teriam que ser canceladas. O próprio acompanhamento da evolução das receitas e despesas orçamentárias pode indicar espaços para gastos adicionais, afirmou.

A junta de execução orçamentária é formada pelos ministros da Economia e da Casa Civil.

Esse foi o último evento público de Waldery à frente da secretaria de Fazenda. Na semana passada, foi anunciado que ele está deixando o cargo e assumirá funções como assessor especial do ministro Paulo Guedes.

Durante a audiência, Waldery disse ainda, sem detalhar, que o governo prepara três medidas provisórias com 14 ou 15 tópicos voltados ao fortalecimento do mercado de capitais.

(Por Isabel Versiani)