Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.909,61
    +2.127,46 (+1,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.174,06
    -907,27 (-1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,92
    +0,72 (+0,92%)
     
  • OURO

    1.765,80
    +2,10 (+0,12%)
     
  • BTC-USD

    16.850,16
    +611,40 (+3,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    400,56
    +11,84 (+3,05%)
     
  • S&P500

    3.957,63
    -6,31 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    33.852,53
    +3,07 (+0,01%)
     
  • FTSE

    7.512,00
    +37,98 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    18.132,15
    -72,53 (-0,40%)
     
  • NIKKEI

    27.839,82
    -188,02 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    11.537,25
    +12,50 (+0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4686
    +0,0120 (+0,22%)
     

Votorantim tem alta de 12% no lucro do 3º tri

SÃO PAULO (Reuters) - A Votorantim teve lucro líquido de 1,2 bilhão de reais no terceiro trimestre, crescimento de 12% sobre o mesmo período do ano passado, informou o grupo industrial nesta quarta-feira.

A companhia apurou receita líquida de 14 bilhões de reais de julho a setembro, avanço de 5% sobre um ano antes.

Porém, o desempenho operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado caiu 11%, a 2,8 bilhões de reais, em meio à alta de custos na cadeia de suprimentos das empresas do grupo, minimizados por aumentos de preços em produtos como cimento e metais.

No terceiro trimestre, a Votorantim concluiu compra de participação adicional que a pôs no grupo de controle da maior operadora de infraestrutura de mobilidade do país, a CCR, e acertou parceria estratégica com o fundo soberano de Cingapura, Temasek, e uma aliança entre o banco BV e Bradesco para criare uma gestora de investimento independente com 41 bilhões de reais em ativos sob gestão.

(Por Alberto Alerigi Jr.)