Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,44
    -0,71 (-0,98%)
     
  • OURO

    1.823,30
    -38,10 (-2,05%)
     
  • BTC-USD

    38.779,03
    -1.343,71 (-3,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    963,50
    -28,97 (-2,92%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.397,51
    -39,33 (-0,14%)
     
  • NIKKEI

    28.916,21
    -374,80 (-1,28%)
     
  • NASDAQ

    13.911,00
    -70,25 (-0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0769
    +0,0149 (+0,25%)
     

Volvo venderá apenas carros híbridos e elétricos no Brasil a partir deste mês

·3 minuto de leitura

O Brasil segue sendo um importante mercado para a Volvo, e suas ações por aqui apenas confirmam esse trato com o país. A montadora sueca anunciou nesta terça-feira (18) que não vai mais comercializar carros movidos apenas à combustão por aqui, restringindo sua operação apenas a modelos híbridos e elétricos.

Em apresentação realizada à imprensa, a montadora sueca mostrou suas iniciativas para o Brasil, com os investimentos em postos de carregamento, que devem chegar a mil unidades até o fim de 2021; recompensas para clientes que utilizarem seus carros no modo elétrico por mais tempo e iniciativas voltadas aos seus colaboradores, como a equalização da licença paternidade, que durará o mesmo tempo que a licença maternidade.

Em outra iniciativa inédita no país, a Volvo lançará uma plataforma com foco em síndicos profissionais, gestoras de condomínio e incorporadoras para a instalação de 300 carregadores em edifícios de escritórios corporativos e residenciais com subsídio de instalação Volvo. Na primeira fase, a marca pretende atingir cerca de 60 empreendimentos em todo o Brasil, instalando, em média, cinco carregadores em cada um. A previsão é que a plataforma esteja funcionando a partir de julho.

De acordo com a Volvo, o Brasil é o segundo país no mundo em que a marca comercializará apenas carros eletrificados. O primeiro foi a Noruega.

Versão elétrica do XC40 anunciada

A Volvo aproveitou o evento para revelar outra grande novidade para o mercado nacional: a chegada do XC40 Recharge Pure Electric, primeiro carro 100% elétrico da montadora. Ele indica a trajetória que a marca quer ter daqui para a próxima década, que é ter todo o seu portfólio totalmente zero emissões.

O XC40 Recharge Pure Electric será vendido em versão única e contará com todos os equipamentos do XC40 Hybrid, ou seja: tecnologias como o piloto automático adaptativo, sistema de manutenção de faixa, alerta de tráfego cruzado, frenagem automática de emergência e o sistema Volvo On Call.

Imagem: Volvo Cars Brasil
Imagem: Volvo Cars Brasil

Segundo a Volvo, o carro, que já está em pré-venda, terá 407cv de potência, 418 quilômetros de autonomia e 0 a 100 km/h em apenas 4,9 segundos, 0,5 segundos a mais do que o Volvo S60, avaliado recentemente pelo Canaltech. Para os clientes que adquirirem uma das 300 unidades disponíveis nesse período, a empresa vai ceder algumas vantagens, como revisões gratuitas e Volvo on Call por três anos, além de uma Volvo Wallbox com instalação sem custos.

Além do XC40 elétrico, a montadora confirmou que o crossover C40, já anunciado na Europa, chegará às concessionárias brasileiras ainda neste ano. Ao Canaltech, ela também falou que há a possibilidade de um modelo ainda mais compacto ser lançado por aqui, dependendo da demanda e do aumento do share que poderá ser causado pelo C40.

O Volvo XC40 Recharge Pure Electric será lançado oficialmente em setembro por R$ 389.950, mesmo preço da pré-venda.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos