Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +412,93 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,06 (-0,10%)
     
  • OURO

    1.777,30
    -2,90 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    56.216,50
    -5.189,62 (-8,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,67 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,61 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,67 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    -5,50 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6889
    -0,0322 (-0,48%)
     

Volvo expande licença paternidade para seis meses para enfrentar desigualdade de gênero

JOANA CUNHA
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A montadora sueca Volvo anunciou que vai igualar o período de licença paternidade e maternidade, oferecendo o benefício por até seis meses para todos os 40 mil funcionários. O benefício, que garante 80% do salário, poderá ser solicitado após um ano de trabalho na companhia. Em nota, o presidente da montadora, Håkan Samuelsson, disse que, quando pais e mães são incentivados a equilibrar as demandas da casa e do trabalho, a desigualdade de gênero diminui e todos podem avançar na carreira. Em uma versão piloto do programa realizada a partir de 2019, 46% das solicitações de licença vieram de pais, segundo a empresa. A política se aplica também aos casos de adoção em casais homoafetivos.