Mercado abrirá em 1 h 49 min
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,55
    +0,29 (+0,41%)
     
  • OURO

    1.813,50
    -8,70 (-0,48%)
     
  • BTC-USD

    38.692,30
    -789,14 (-2,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    940,76
    -20,14 (-2,10%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.106,53
    +24,81 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    26.194,82
    -40,98 (-0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.641,83
    -139,19 (-0,50%)
     
  • NASDAQ

    14.972,00
    +19,25 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1521
    +0,0080 (+0,13%)
     

Volocopter deve operar carro voador durante Olimpíada de Paris, em 2024

·2 minuto de leitura

A fabricante alemã de drones e eVTOLs (veículos elétricos de decolagem vertical) Volocopter pode tornar a Olimpíada de Paris ainda mais atrativa para o público mesmo sem disputar uma medalha sequer. Isso porque a empresa pode colocar o VoloCity, um de seus modelos de drones gigantes (ou carros voadores) para trabalhar durante a competição. A ideia seria colocá-los pata voar na Vila Olímpica ou em locais previamente selecionados na cidade.

A Volocopter realizou testes de voo no Aeroporto de Le Bourget, na capital francesa, durante o Paris Air Forum, na última segunda-feira (21). Na demonstração, o VoloCity percorreu uma distância de 500 metros a uma velocidade média de 30 km/h, com altitude na casa dos 30 metros. Neste caso, porém, a aeronave estava sendo controlada remotamente, algo que é perfeitamente possível quando pensarmos no transporte de passageiros, mas há, também, espaço para um piloto, caso haja necessidade.

De acordo com o CEO da companhia, Florian Reuter, a ideia é justamente fazer uma espécie de táxi aéreo limitado durante os Jogos Olímpicos de Paris, em 2024. Se levarmos em conta os testes apresentados na cidade durante o Air Forum, isso pode ser possível, mesmo sem que saibamos qual seria o modo ideal para isso acontecer. Vale lembrar que a fabricante alemã desenvolve outros dois carros voadores: o VoloConnect, muito mais rápido e com maior espaço para passageiros; e o VoloDrone, projetado exclusivamente para carga.

O projeto do VoloCity, assim como os demais da Volocopter, lembram muito o que a Embraer faz por aqui com o Eve. A fabricante brasileira, aliás, já efetuou algumas vendas de sua vindoura aeronave e segue firmando parcerias ao redor do mundo para divulgá-la.

E aí, canaltecher? Teria coragem de voar em um desses? Deixe nos comentários!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos