Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.132,20 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,18
    -0,18 (-0,34%)
     
  • OURO

    1.819,70
    -10,20 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    35.895,09
    +0,44 (+0,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    700,47
    -34,67 (-4,72%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +76,96 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.182,08
    -337,10 (-1,18%)
     
  • NASDAQ

    12.764,50
    -37,75 (-0,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3849
    -0,0077 (-0,12%)
     

A Volkswagen teimou em criar um robô para recarregar seu carro elétrico

Ramon de Souza
·1 minuto de leitura

Na ânsia por inovar e conquistar o pódio na corrida por revoluções tecnológicas, algumas empresas acabam inventando coisas feitas para solucionar problemas que sequer existem. Veja a Volkswagen, por exemplo. Ela teimou em criar um robô capaz de recarregar seus carros elétricos de forma autônoma, levando uma bateria portátil até o veículo e conectando a tomada no plugue de recarga.

Agora, vamos lá: se você já for um sortudo dono de um carro elétrico, seja sincero e diga para nós se você realmente se incomoda em puxar um fio e conectá-lo em seu possante a ponto de querer que um robô faça isso. Vamos presumir que não, você não se incomoda. Ainda assim, a montadora alemã está realmente decidida a criar o tal do robô, que, teoricamente, já possui um protótipo funcional.

Seu funcionamento é muito simples. Você estaciona o veículo na garagem e requisita a recarga. O robozinho tira uma bateria portátil de uma estante, leva até o carro e pluga na entrada do carregador; quando a carga estiver completa, ele retorna até sua estação de descanso e permanece por lá até que outro “cliente” solicite seus serviços. Um vídeo divulgado pela montadora exemplifica o funcionamento.

Embora a invenção da Volkswagen seja bem interessante, ainda há alguns desafios que a companhia não deixou muito claro como transpassará. Um deles é a comunicação entre o robô e o carro — os ajudantes só funcionarão com possantes alemães ou poderão ser usados com qualquer automóvel? Pelo visto, ainda vamos demorar bastante para obter respostas para essas perguntas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: