Mercado fechará em 4 h 43 min

Volkswagen quer Up! elétrico e inédito SUV da linha ID. no Brasil

feedback@motor1.com (Nicolas Tavares)
Volkswagen e-UP!

Carros elétricos da marca chegariam após 2020, mas ID.3 tem pouca chance de vir

O Volkswagen ID.3 marca o início de uma nova era para a marca mundialmente. Ele inicia uma nova família carros puramente elétricos. E isso terá efeitos no Brasil, embora não como imaginávamos. Pablo Di Si, presidente e CEO da Volkswagen América Latina, confirmou durante em entrevista a jornalistas no Salão de Frankfurt que a montadora irá trazer carros elétricos ao país, mas isso não acontecerá imediatamente. O chefão da marca por aqui também disse que as chances do ID.3 desembarcar em nosso mercado é pequena.

Para Di Si, a Volkswagen deve primeiro investir na infraestrutura de abastecimento, para depois começar a vender o carro elétrico. E, enquanto isso não acontece, apostará nos híbridos, como o Golf GTE que dirigimos recentemente. O executivo também revelou a existência de um grupo de trabalho no Brasil que, além da VW, existem outras montadoras, empresas de tecnologia e fornecedoras de energia, que trabalha no desenvolvimento e implantação de uma rede de postos de recarga a partir do ano que será espalhada por todo o Brasil.

Mais sobre os carros eletrificados da Volkswagen

A partir da rede estabelecida, será o momento da Volkswagen olhar para o que tem disponível em sua prateleira no segmento de elétricos na Europa e decidir qual é a melhor opção para o Brasil. Outro ponto destacado por Di Si em relação aos elétricos (mas que também afeta carros convencionais desenvolvidos para Europa) é a distância relativamente baixa em relação ao solo. Os veículos terão que ter a suspensão retrabalhada para serem levantados alguns centímetros e, assim, evitar raspar o assoalho no chão, já que temos vias mais acidentadas. O executivo diz que conversou com a engenharia sobre essas alterações, mas deu detalhes.

Volkswagen e-UP!
Volkswagen e-UP!

É o mesmo caso para o e-Up!, em sua nova versão, mas Di Si deixa claro que quer este carro no nosso mercado. "Adorei esse Up! elétrico e é a mesma conversa que o ID.3. Me reuni com meu time e disse: ‘olha, precisamos deste carro no Brasil, mas precisamos levantar ele’”. Quando questionado se poderia ser produzido aqui, o executivo desconversou, dizendo que primeiro precisa saber se é possível levantar o carro, para depois decidir se irá montar aqui ou importar.

Volkswagen I.D. Crozz
Volkswagen I.D. Crozz

E quais outros carros poderiam vir? De acordo com o chefe da VW no Brasil, muitos dos carros que estão sendo exibidos no Salão de Frankfurt chegarão ao país nos próximos anos, sendo que eles serão lançados na Europa por volta de 2023 e 2024. Isso já abre as possibilidades sobre quais estão na mira da fabricante. O próximo modelo da linha ID, segundo rumores, será o SUV antecipado pelo I.D. Crozz, que inclusive aparece com um novo protótipo no evento e que deve ser revelado no ano que vem. E, como é um crossover, já tem uma altura maior, resolvendo o problema o ID.3.

Enquanto os elétricos não vem, a Volkswagen atacará de carros híbridos. O primeiro deles é o Golf GTE, já confirmado pela fabricante para este ano – Motor1.com apurou que ele será lançado em outubro. Outro que está praticamente certo para nosso mercado é o Passat GTE, também apresentado pela empresa no Salão de São Paulo 2018. A marca ainda deve apresentar em breve na Europa o Tiguan PHEV, que pode aparecer como opção topo de linha do SUV no Brasil.

Com informações de Leonardo Fortunatti, de Frankfurt - Alemanha
Viagem a convite da Anfavea

Fotos: Divulgação e Motor1.com