Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,15
    +0,58 (+0,53%)
     
  • OURO

    1.824,20
    -0,60 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    20.849,87
    -278,59 (-1,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    455,80
    -6,00 (-1,30%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.072,00
    +31,50 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5281
    -0,0243 (-0,44%)
     

Volkswagen interrompe produção de 4 carros em São Bernardo do Campo

A Volkswagen vai conceder férias coletivas aos 3 mil funcionários que trabalham na planta de São Bernardo do Campo, região do ABC paulista, e interromper a produção de quatro carros entre os dias 27 de junho e 7 de julho. A planta de São Bernardo do Campo conta com 4.500 funcionários na linha de produção e um total de 8.200 colaboradores.

A informação do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo é de que há um problema de fornecimento de peças, especialmente semicondutores, para a cadeia produtiva. Por conta disso, Nivus, Polo, Virtus e Saveiro terão suas produções momentaneamente interrompidas.

“Este é um problema que vem afligindo não só a indústria automobilística. Toda a indústria nacional vem sendo impactada. Isso acaba atingindo diretamente os trabalhadores. A falta de política industrial e de desenvolvimento no país tem causado a desestruturação da cadeia produtiva nacional”, comentou o coordenador-geral da representação na Volkswagen, José Roberto Nogueira da Silva.

Linha de produção de quatro carros da Volkswagen ficará parada em São Bernardo do Campo (Imagem: Divulgação/Volkswagen)
Linha de produção de quatro carros da Volkswagen ficará parada em São Bernardo do Campo (Imagem: Divulgação/Volkswagen)

Paralisações na Volkswagen têm sido recorrentes

O problema com a escassez de semicondutores já havia obrigado a Volkswagen a paralisar as atividades em maio. Na ocasião, a planta Anchieta, como é conhecida a fábrica de São Bernardo do Campo, deu férias coletivas a 2,5 mil funcionários e interrompeu os trabalhos por falta de insumos.

José Roberto Nogueira da Silva reiterou que é importante haver um planejamento prévio para que as seguidas paradas não prejudiquem o fluxo de trabalho e a própria empresa. “É importante termos um acordo de longo prazo para situações como essa. O acordo dá previsibilidade para trabalhadores se organizarem e também para a empresa pensar o futuro da planta”.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos