Mercado abrirá em 6 h 5 min
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,49
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.754,70
    +4,90 (+0,28%)
     
  • BTC-USD

    44.211,29
    +98,93 (+0,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.103,51
    -5,41 (-0,49%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.359,71
    -151,27 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.264,75
    -38,75 (-0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2215
    -0,0035 (-0,06%)
     

Volkswagen está perto de criar suas próprias células de bateria

·2 minuto de leitura

Depois de apresentar e detalhar a MEB-Small, sua nova plataforma para carros elétricos mais baratos, a Volkswagen anunciou mais um passo para se firmar como referência nesse segmento. A montadora alemã informou que investirá alto em novos laboratórios para, em pouco tempo, ter em linha de produção suas próprias células de bateria.

O primeiro dos quatro laboratórios que serão construídos pela montadora foi inaugurado nesta segunda-feira (13) em Salzgitter, Alemanha. No futuro, cerca de 250 especialistas conduzirão pesquisas nas áreas de desenvolvimento, análise e teste de células no local.

A Volkswagen traçou um planejamento para que a nova célula unificada saia pronta da linha de produção na Gigafactory em Salzgitter a partir de 2025. Em 2030, a ideia é operar seis fábricas de células na Europa, junto com parceiros, com capacidade de produção de 240 GWh. A ideia da montadora é, assim como a Toyota, reduzir os custos das baterias dos carros elétricos em aproximadamente 50%.

Thomas Schmall, membro do Conselho de Tecnologia da Volkswagen e presidente do Conselho de Administração do grupo, é o responsável pelo Roteiro de Tecnologia de Bateria e Carregamento. Para o executivo, os novos laboratórios serão essenciais para o avanço da marca no segmento dos carros elétricos: “Com os novos laboratórios de última geração, estamos expandindo ainda mais nossa experiência em desenvolvimento, processo e produção para a célula de bateria, que é o coração do veículo elétrico. Estamos atraindo pesquisadores de ponta e, como pioneiros na indústria, criamos os empregos de amanhã”.

Investimento

De acordo com a Volkswagen, o chamado Centro de Competência em Salzgitter, responsável pelo teste de materiais de todo o grupo, tem 160 dos 500 funcionários totalmente focados no desenvolvimento das células para baterias elétricas. A intenção, em pouco tempo, é dobrar o quadro e alcançar 1000 colaboradores no total.

Para isso, a marca investirá 70 milhões de euros (R$ 431 milhões, na conversão atual) nas quatro instalações. Os novos laboratórios serão responsáveis por desenvolver os programas de testes de células com até 200 métodos analíticos diferentes e serão alocados em uma área inicial de 2.500 metros quadrados.

"No futuro, inovações para as células de hoje e de amanhã serão criadas em Salzgitter", explicou Frank Blome, Chefe da Unidade de Negócios Battery Cell and Battery System. "Seus equipamentos tornam os novos laboratórios uma das mais modernas instalações para pesquisa na Europa", concluiu.

Stephan Weil, ministro da Baixa Saxônia, região em que o primeiro laboratório foi inaugurado, compartilhou do otimismo de Frank Blome: "Se há um lugar em particular onde você pode observar o que se entende por 'transformação da indústria automotiva', é Salzgitter. O coração da indústria automotiva vai bater eletricamente no futuro. E bate na Baixa Saxônia".

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos