Mercado abrirá em 1 h 26 min
  • BOVESPA

    129.441,03
    -634,97 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,16 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,29
    +0,38 (+0,54%)
     
  • OURO

    1.856,60
    -23,00 (-1,22%)
     
  • BTC-USD

    39.181,46
    +3.304,17 (+9,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    974,89
    +33,08 (+3,51%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,40 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.154,89
    +20,83 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.161,80
    +213,07 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    14.039,50
    +45,25 (+0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1984
    +0,0058 (+0,09%)
     

Você sabe como ganhar dinheiro com dividendos? Nós explicamos

Os dividendos pagos aos acionistas de organizações ao redor do mundo bateram recordes em 2018, em uma alta de 9,3% (Pixabay)
Os dividendos pagos aos acionistas de organizações ao redor do mundo bateram recordes em 2018, em uma alta de 9,3% (Pixabay)

Um estudo recente da empresa Janus Henderson Global Investors aponta que os dividendos pagos ao acionistas de organizações ao redor do mundo receberam benefícios recordes de U$ 1,37 trilhão em 2018, uma alta de 9,3%. A previsão é de que em 2019, esse valor aumente 3,3%, chegando a U$ 1,41 trilhão.

Esses números parecem ótimos, mas você realmente sabe o que são dividendos e como ganhar dinheiro com eles?

Toda a empresa, listada na Bolsa de Valores ou não, tem o objetivo de gerar lucros para seus acionistas. Ao comprar ações de uma determinada organização, portanto, você se torna sócio dela e, dependendo do tipo de papel adquirido, recebe direitos como voto ou recebimento de dividendos.

Os dividendos correspondem a uma parte dos lucros que essas companhias entregam diretamente aos acionistas, de acordo com o proporcional de papéis que eles possuem na carteira – quanto mais ativos acumulados, maior a parcela dos lucros.

A legislação brasileira estabelece a obrigatoriedade de um sistema de dividendos (pelo menos 25% dos lucros), porém é a empresa quem escolhe se irá dividir todo o lucro líquido com os acionistas ou reservar uma parte para reinvestir na companhia.

Por que empresas pagam dividendos?

Toda empresa, seja listada na bolsa ou não, tem o objetivo de gerar lucros para seus acionistas. Os dividendos correspondem a uma parte dos lucros da empresa que é entregue aos seus acionistas.

Ao comprar ações, você se torna acionista de uma empresa, e tem direito a receber uma parte dos lucros do negócio.

Como funciona a distribuição?

Toda empresa que deseja pagar dividendos precisa seguir o seguinte processo:

1. Aprovar no conselho de administração da empresa. Diretores e responsáveis pela gestão da empresa reúnem-se e decidem se há lucros o suficiente para distribuir uma parte para os acionistas.

2. Protocolar isso na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), informando publicamente sobre a decisão de pagar dividendos, assim como datas e valores.

Após essas etapas, os dividendos serão pagos na data de pagamento àqueles que possuíam ações até a chamada "data ex", dia limite para que, quem possuir o papel, tenha direito a receber os dividendos.

Os dividendos podem ter periodicidade diversa – mensal, trimestral, semestral, anual, etc. – desde que conste no estatuto da empresa o período determinado.

É possível viver de dividendos?

É comum que investidores que buscam ter um rendimento mais ou menos previsível todo mês optem por aplicar em ações de empresas que oferecem bons dividendos.

Para receber, o portal Infomoney explica que é necessário abrir uma conta em uma corretora credenciada pela CVM e recomenda não seguir corretoras dos grandes bancos, devido às altas taxas, e escolher uma com taxa zero para corretagem de ações.

Na lista das melhores "pagadores de dividendos" estão os setores elétrico e de saneamento. Isso porque eles têm uma necessidade baixa de investimento e receitas reajustas periodicamente, o que permite a divisão de boa parte do lucro com os acionistas.

Para quem tem esse tipo de investimento é fundamental acompanhar alguns índices que medem o desempenho das empresas que proporcionam este benefício aos seus sócios.

O Dividend Yield é um dos principais índices que medem o rendimento dos dividendos em relação a cotação de suas ações. Ele corresponde ao rendimento que deve ser obtido apenas com a distribuição de proventos pela empresa.