Mercado fechará em 1 h 45 min
  • BOVESPA

    130.070,96
    -137,00 (-0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,62
    -160,92 (-0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,08
    +1,20 (+1,69%)
     
  • OURO

    1.858,50
    -7,40 (-0,40%)
     
  • BTC-USD

    41.218,56
    +1.073,36 (+2,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.023,41
    +12,80 (+1,27%)
     
  • S&P500

    4.247,35
    -7,80 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.318,20
    -75,55 (-0,22%)
     
  • FTSE

    7.172,48
    +25,80 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.052,50
    -72,25 (-0,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1308
    -0,0007 (-0,01%)
     

Você não é o único a fazer outra coisa durante a reunião remota; estudo explica

·2 minuto de leitura

Não precisa disfarçar: sabemos que você faz outras coisas durante a reunião online, como checar os e-mails, adiantar algumas coisas do trabalho, etc. Mas saiba que você não está sozinho. Pelo menos, é o que diz um novo estudo realizado pela Microsoft e pela University College London.

Essa análise descobriu que as pessoas realizam multitarefas com mais frequência em reuniões maiores e mais longas e que esse hábito ocorre com muito mais frequência em reuniões recorrentes do que em reuniões mais específicas e pontuais. Além disso, os pesquisadores afirmam que as reuniões realizadas pela manhã apresentam taxas mais altas de pessoas realizando outras tarefas do que em outros horários do dia.

O hábito de multitarefa ainda ocorre seis vezes mais em videoconferências com duração superior a 80 minutos, em comparação com reuniões que duram 20 minutos ou menos.

Para entender esse comportamento, os pesquisadores examinaram logs de e-mail do Outlook e atividade de arquivo em nuvem do OneDrive para quase 100 mil funcionários da Microsoft nos Estados. O estudo vem para mostrar que a realização de outras tarefas durante reuniões virtuais é um mecanismo para proteger o bem-estar mental, justamente por causa de um número excessivo de reuniões virtuais ao longo da rotina.

(Imagem: LinkedIn Sales Solutions/Unsplash)
(Imagem: LinkedIn Sales Solutions/Unsplash)

Basicamente, para entender a razão pela qual as pessoas realizam essas multitarefas, os co-autores do estudo revisaram relatos de cerca de 700 funcionários da empresa. Cerca de 15% dos entrevistados disseram acreditar que a multitarefa os torna mais produtivos.

Os relatos mostraram que além de fazer anotações ou olhar os documentos em discussão, os funcionários se exercitavam, jogavam videogame e assistiam a vídeos de gatos. Isso pode ser chamado de distrações, mas os entrevistados descreveram as atividades como formas de enfrentar ou responder a uma reunião que não era relevante para eles.

Quase quatro em cada dez entrevistados diários revelaram necessidade de trabalhar durante as reuniões para lidar atender às demandas de produtividade. Mas segundo o estudo, isso pode levar à fadiga mental. No Canaltech, já apontamos do que se trata: "fadiga do zoom".

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: