Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    60.992,64
    -1.287,89 (-2,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Visual dinâmico do Android 12 pode chegar a variantes do sistema do Google

·3 minuto de leitura

Muita gente não vê a hora do lançamento do Android 12, previsto para 4 de outubro, para vivenciar todas as novidades e experimentar os novos recursos. Uma das mais aguardadas é a linguagem de design Material You, que traz, entre outros recursos, a padronização entre as cores do papel de parede, a interface do sistema operacional e os aplicativos

Esse mecanismo é chamado "Monet" e possibilita a criação de temas totalmente únicos para cada pessoa. Embora seja algo importante no contexto do Android, os desenvolvedores pretendem liberar o seu código totalmente com o lançamento do Android 12.1. A ideia é entregar nas mãos de fabricantes como Samsung, Xiaomi e OPPO as ferramentas necessárias para que elas ajustem a linguagem às versões personalizadas do sistema operacional.

Veja como as cores influenciam em todo o sistema (Imagem: Reprodução/XDA-Developers)
Veja como as cores influenciam em todo o sistema (Imagem: Reprodução/XDA-Developers)

Apesar do lançamento do Android ocorrer nas próximas semanas, o sistema pode levar vários meses para desembarcar na maioria dos telefones, já que as montadoras de celular costumam fazer seus próprios ajustes e liberar tudo de forma gradual. Com o código do Monet, poderão fazer ainda mais aprimoramentos para permitir possibilidades não exploradas pelo Google.

Como funciona o Monet?

Uma das principais características do Material You é o modelo de temas que gera automaticamente uma paleta de cores para o sistema com base no papel de parede do usuário. De acordo com o Google, um mecanismo de extração de cores emprega um algoritmo capaz de determinar as cores dominantes do wallpaper de cada pessoa.

Assim, o sistema cria uma paleta básica de cinco cores principais — duas neutras e três de destaque —, além de 12 tons variados deles, usados para aplicar matizes similares ao do papel de parede. Todas essas derivações são armazenadas em um índice no qual os aplicativos acessam através de uma API, e isso permite replicar as cores na interface do usuário. Esse processo é feito de modo 100% automatizado e se aplica desde fundos de tela até marcadores de seleção, ícones e recursos.

Até o momento, pairava a dúvida se o Monet seria algo exclusivo do Android 12 puro, lançado apenas para telefones da linha Pixel e algumas outras empresas menores, ou se teria aplicabilidade em todos os fabricantes. Com esse anúncio, fica claro que as fabricantes poderão apenas replicar o sistema, aprimorá-lo conforme a sua preferência ou até removê-lo por completo.

Tudo será em código aberto

De acordo com o desenvolvedor kdrag0n, criador de um app que replica a Monet, em entrevista concedida ao site XDA-Developers, a extração de cores do núcleo e o modelo de aparência de cores já são de código aberto, enquanto o algoritmo AOSP para pós-processamento e filtragem das cores extraídas é bem similar a solução proprietária do Google. O que ainda não foi liberado é o algoritmo de geração de paleta, parte fundamental do processo de criação de temas.

O que falta ao Google liberar é o algoritmo de geração da paleta de cores (Imagem: Reprodução/Google)
O que falta ao Google liberar é o algoritmo de geração da paleta de cores (Imagem: Reprodução/Google)

É justamente este último aspecto que o Google deve lançar. Duas fontes do XDA-Developers comentaram que o Google recentemente concluiu uma mudança de código intitulada “adicionar monet ao AOSP”. Este patch estava previsto apenas na versão interna do AOSP para Android 13 “Tiramisu”, mas foi levado para o Android 12-sv2, apelidado de Android 12.1.

Mais do que o código aberto, a atualização também trará algumas pequenas melhorias para a experiência de telefones dobráveis, o que incluirá um recurso de barra de tarefas exclusivo para esses modelos. Não há uma data prevista para lançamento do Android 12.1 nem quais outras novidades ele deverá trazer.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos