Mercado fechará em 6 h 27 min

Visitas a presos do Rio voltarão nesta quinta, mas encontros íntimos seguem suspensos; veja regras

Felipe Grinberg
·3 minutos de leitura
A entrada do Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio
A entrada do Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio

RIO — Está previsto para a próxima quinta-feira o primeiro dia de visitas aos presos em território fluminense seis meses após o decreto do governo estadual que as suspendeu. Para o novo normal dos presídios, a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) distribuiu para cada um dos cerca de 48 mil presos três máscaras reutilizáveis. Eles deverão usar a proteção durante os encontros. No novo protocolo, que ainda será publicado em Diário Oficial, o contato entre os detentos e os familiares será proibido, precisando ter uma distância de 1,5 metros entre eles. As visitas íntimas seguem suspensas assim como a entrada de pessoas com mais de 60 anos, gestantes, com comorbidades e presos do regime semi-aberto.

As visitas serão a cada duas semanas e apenas em um turno. Segundo a Seap, os protocolos podem ser revistos conforme a situação da doença no estado. A quebra do protocolo poderá acarretar na suspensão da visita.

Em suas redes sociais, a Seap divulgará um calendário de dias e horários de cada unidade prisional. Há uma divisão pela letra inicial do nome do preso e onde ele cumpre a pena.

Veja algumas das novas regras:

Volta das visitas a partir de 10 de setembro com calendário de visitas;Suspensas as visitas de natureza íntima;Suspensa a entrada de visitantes a partir de 60 anos; gestantes, menores de 18 anos, pessoas com comorbidade declarada, entre presos dos regime fechados e semiabertoCada preso somente poderá receber um visitante;Entrega de pacotes suspensas em dias de visita. As entregas permanecerão nos dias anteriormente determinados.As visitas para presos ou visitantes do grupo de risco não serão permitidas. Isso inclui pessoas com comorbidades como problemas cardíacos, problemas renais crônicos, AVE, doenças respiratórias (asma, bronquite e etc.), trombose, câncer, anemia falciforme, tuberculose, imunossuprimidos, dentre outros listados pelo Ministério da Saúde;As unidades não retomarão simultaneamente na mesma data. O planejamento para cada unidade foi publicado nas redes sociais oficiais da secretaria; Haverá a obrigação de respeito de distanciamento de 1,5 metros entre visitantes e presos;Ao chegar na unidade todos os visitantes deverão colocar uma nova máscara descartável para realizar a visita;Pessoas sintomáticas ou com COVID-19 não poderão visitar e presos nesta situação também não receberão visitas.

Pedido de Daciolo

O Governador interino, Cláudio Castro (PSC) publicou um decreto autorizando que detentos recebam visitas de familiares e amigos nos presídios do estado a partir da próxima quinta-feira (10). Visitações estavam restrições desde março por conta da pandemia de Covid-19.

Em seu decreto, Castro determina que a Secretaria de Administração Penitenciária regulamente os critérios para visitação de acordo com a capacidade operacional de cada unidade, de forma gradativa e observando os protocolos definidos pelas autoridades sanitárias.

O decreto foi publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (4), dois dias após o ex-deputado federal Cabo Daciolo (PL) se reunir com Castro no Palácio Guanabara e pedir pela reabertura da visitação em presídios.

— O governo já permitiu a reabertura de shoppings, de praças e bosques. Por que não permitir que os presos possam ter a dignidade de receber visitas de seus familiares? Bandido bom é bandido lavado e remido no sangue no Senhor Jesus Cristo — disse Daciolo.