Mercado abrirá em 3 h 49 min
  • BOVESPA

    126.003,86
    +951,08 (+0,76%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.897,79
    +629,34 (+1,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,90
    -0,01 (-0,01%)
     
  • OURO

    1.795,50
    -3,70 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    37.333,11
    -1.003,85 (-2,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    884,67
    -30,82 (-3,37%)
     
  • S&P500

    4.422,30
    +10,51 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    35.144,31
    +82,76 (+0,24%)
     
  • FTSE

    6.975,89
    -49,54 (-0,71%)
     
  • HANG SENG

    25.086,43
    -1.105,89 (-4,22%)
     
  • NIKKEI

    27.970,22
    +136,93 (+0,49%)
     
  • NASDAQ

    15.077,25
    -40,50 (-0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1014
    -0,0089 (-0,15%)
     

Virgin Galactic recebe autorização para realizar voos comerciais no espaço

·3 minuto de leitura

A Federal Aviation Administration (FAA), agência responsável pela regulamentação de voos nos Estados Unidos, acaba de liberar a Virgin Galactic para realizar voos comerciais tripulados para o espaço com a nave VSS Unity. A novidade foi revelada pela empresa nesta sexta-feira (25) e sinaliza que a Virgin Galactic conseguiu, portanto, uma espécie de expansão da licença que já tinha anteriormente, a qual liberava a realização de voos tripulados apenas por pilotos profissionais e astronautas. Ou seja: a empresa fundada por Richard Branson acaba de receber o "ok" que faltava para iniciar, muito em breve, suas ofertas de turismo espacial.

Michael Colglazier, CEO da Virgin, comentou a decisão: “Estamos incrivelmente satisfeitos com os resultados do nosso teste de voo mais recente, que alcançou os objetivos definidos para o teste. A aprovação da nossa licença comercial de lançamentos completa, feita pela FAA hoje, junto do sucesso do nosso teste de voo, nos deu a confiança para avançarmos em direção ao nosso primeiro teste de voo tripulado neste verão”.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em sua fala, Colglazier se referiu ao primeiro teste de voo suborbital tripulado já feito pela empresa em dois anos, ocorrido em maio. Naquele dia, a Virgin Galactic lançou a nave VSS Unity das instalações no Novo México, quando a nave alcançou mais de 80 km de altitude, planou de volta para a Terra e pousou em segurança ao fim do voo. A empresa finalizou a análise dos dados coletados durante o teste e confirmou que o voo teve performance excelente e que cumpriu todos os objetivos de voo estabelecidos.

Com a aprovação do FAA, a Virgin Galactic fica com o caminho livre para começar as operações de seu cronograma de voos espaciais, com voos regulares tripulados por turistas e pesquisadores. A experiência, que dura cerca de duas horas, levará os passageiros ao ambiente suborbital, para prestigiarem uma bela visão da curvatura da Terra em contraste com a escuridão do espaço, além de experimentarem alguns minutos de sensação da ausência de peso.

Mas, apesar de ser um passo importante, a licença do FAA ainda não libera a empresa para já começar com os voos. É que, na verdade, a Virgin Galactic ainda precisa completar mais três voos em caráter de testes, que serão feitos com a nave totalmente tripulada. Colglazier estimou que o primeiro deles deverá acontecer em algum momento durante o verão do hemisfério Norte — e, segundo uma fonte anônima, pode ser que Sir Richard Branson, empresário e fundador da Virgin Galactic, esteja a bordo já deste próximo voo, que pode ser lançado no dia 4 de julho. Se isso realmente acontecer, Branson irá ao espaço antes de Jeff Bezos, fundador da Blue Origin e rival de Branson, que planeja voar a bordo do sistema New Shepard no dia 20 de julho.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos