Viracopos começa a ser administrado pela iniciativa privada

São Paulo, 14 nov (EFE).- O aeroporto internacional de Viracopos, na cidade de Campinas, a 90 quilômetros de São Paulo, começou a ser administrado nesta quarta-feira pela concessionária Aeroportos Brasil, que venceu o leilão feito pelo governo em fevereiro deste ano.

Viracopos, um terminal com capacidade para transportar 7,5 milhões de passageiros anuais, será administrado a partir de hoje e por um período de 30 anos pela concessionária, cujo operador, com uma participação de 10%, é o grupo francês Egis Airport Operation (Egisavia).

Em um ato do qual participaram várias autoridades municipais, o consórcio assumiu a gestão com o desafio de transformá-lo em uma infraestrutura moderna e no maior da América Latina, segundo João Santana, presidente do Conselho de Administração do consórcio.

Santana descartou a possibilidade de acontecerem atrasos na primeira fase de ampliação do aeroporto, fixada para maio de 2014, antes da realização da Copa do Mundo.

Essa primeira obra deve duplicar a capacidade do aeroporto e elevá-la para 14 milhões de passageiros.

O novo terminal terá 110 mil metros quadrados de superfície e 28 postos de estacionamento de aviões equipado com fingers, além de sete posições remotas com acesso de ônibus.

No leilão de fevereiro, o governo adjudicou também as concessões para tramitar e modernizar os aeroportos internacionais de Guarulhos, em São Paulo, e de Brasília. EFE

Carregando...