Mercado fechará em 6 h 16 min

Vinícola francesa disputa direito de usar marca ‘Nosecco’

Jonathan Browning

(Bloomberg) -- Uma batalha envolvendo uma marca de espumante chegou a um tribunal de Londres.

Uma vinícola francesa recorreu da decisão de que sua marca sem álcool Nosecco evoca ilegalmente a categoria italiana protegida Prosecco. A Les Grands Chais de France disse que o nome não tem intenção de rivalizar com o Prosecco no Reino Unido, mas apenas destacar a ausência de álcool e o sabor doce da própria versão.

“É enfaticamente dizer ‘não’. Não ao álcool, não ao seco”, disse Denise McFarland, advogada do grupo francês. “Está em ouro e preto” no rótulo, disse Denise na sexta-feira.

O grupo, o maior produtor independente de vinho da França, queria estabelecer uma marca registrada para o produto, que é vendido no Reino Unido há vários anos, mas foi impedido na Justiça por um consórcio que representa a região vinícola do nordeste da Itália. A empresa francesa agora recorre da decisão no Supremo Tribunal.

Produtores italianos disseram em documento do processo que era “bastante claro” que a marca Nosecco remete ao vinho do país, que é protegido pela União Europeia sob as regras de denominação de origem.

As especificações incluem um nível mínimo de álcool no vinho, mas a marca faz parecer que o espumante francês é um “falso Prosecco”, reclamou o consórcio italiano.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.