Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    44.688,95
    -2.879,34 (-6,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Vídeo ‘perdido’ de Jeff Bezos revela por que ele criou a Amazon – e apostou em livros

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Jeff Bezos, em 1997, explica o que o motivou a fundar a Amazon.
Jeff Bezos, em 1997, explica o que o motivou a fundar a Amazon.

Um vídeo raro, considerado “perdido”, mostra uma entrevista com o fundador da Amazon, Jeff Bezos, em que ele revela por que decidiu criar seu futuro império do comércio eletrônico, e por que escolheu os livros como primeiro produto a comercializar na então nascente loja de produtos online.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Na entrevista, disponível no YouTube (assista ao final do texto, em inglês), Bezos fala em 1997 – ano em que a internet ainda passava por um processo de acelerada expansão e adoção popular.

Leia também:

Ele conta, primeiro, que decidiu que lançaria um negócio online depois de ver os gráficos que demonstravam o crescimento explosivo da web naqueles anos.

Desenvolveu, então, um modelo de negócios que se aplicaria à nova realidade emergente da web.

Mas por que a decisão pelos livros?

Bezos entrega o segredo de sua decisão nessa mesma entrevista: ele optou por livros, em uma lista de “cerca de 20 candidatos”, porque constatou que essa era a categoria de produtos com a maior quantidade de itens, “de longe” – o que encaixaria perfeitamente com um modelo voltado a vendas em massa para um público heterogêneo.

A Amazon anunciou nesta terça-feira (2) que Bezos deixará o cargo de CEO – ou executivo-chefe. Ele será substituído por Andy Jassy, atual chefe da divisão AWS, responsável pelos negócios da Amazon em computação na nuvem.

A partir de agora, Bezos ocupará o cargo de presidente executivo do conselho da Amazon e se dedicará, segundo ele, a “novos produtos e iniciativas”.

Assista à “entrevista perdida” de Bezos em 1997:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube