Mercado fechado

Vida pode ter origem em fontes hidrotermais no fundo do mar, conclui estudo

Felipe Junqueira

Cientistas da University College London (UCL) podem ter encontrado mais um indício que pode comprovar a teoria de que a vida surgiu mesmo na água. Um novo estudo mostra que um grupo de pesquisadores conseguiu evidências de que a origem da vida pode estar em fontes hidrotermais, que ficam no fundo do mar.

O estudo, publicado na Nature Ecology and Evolution, foi bem sucedido em uma questão que vinha falhando em diversas outras pesquisas: a formação de protocélulas, vistas como trampolim fundamental para o desenvolvimento da vida celular, precisa necessariamente de um ambiente quente e alcalino. “Existem várias teorias concorrentes de onde e como a vida começou”, disse o professor Nick Lane, um dos autores do estudo. “As fontes hidrotermais subaquáticas estão entre os locais mais promissores para o início da vida - nossas descobertas agora acrescentam peso a essa teoria com sólidas evidências experimentais".

Estudo traz evidências de que a vida pode ter se originado em fonte hidrotermal (Foto: NOAA)

Um dos motivos para que pesquisas anteriores tenham fracassado, segundo o Dr. Sean Jordan, é que foi utilizado um número muito pequeno de tipos diferentes de moléculas. “Ao passo que, em ambientes naturais, você esperaria ver uma variedade maior de moléculas”, explicou.

Com o novo estudo, realizado com protocélulas com misturas de diferentes ácidos graxos e álcoois graxos, os pesquisadores ainda descobriram que moléculas que possuem cadeias de carbono mais longas exigem calor para se formarem em uma protocélula, e também que o calor, alcalinidade e o sal não impediam essa formação, mas sim a favoreciam.

"Ainda não sabemos onde a vida se formou, mas nosso estudo mostra que você não pode descartar a possibilidade de fontes hidrotermais no fundo do mar", celebrou o Dr. Jordan.

Busca por vida extraterrestre

Adicionalmente, o estudo também pode ajudar a dar pistas de exoplanetas nos quais podemos procurar por vida.

Os pesquisadores também apontam que as fontes hidrotermais de profundidade não são exclusivas da Terra. “Missões espaciais encontraram evidências de que luas congeladas de Júpiter e Saturno também podem ter fontes hidrotermais alcalinas semelhantes em seus mares” subterrâneos, lembrou Lane. Estamos falando de Europa e Encélado, que vêm sendo estudadas com afinco justamente para que a ciência descubra o que existe em seus oceanos localizados abaixo da crosta congelada.

“Embora nunca tenhamos visto nenhuma evidência de vida nessas luas, se quisermos encontrar vida em outros planetas ou luas, estudos como o nosso podem nos ajudar a decidir para onde procurar”, concluiu.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: