Mercado abrirá em 7 h 26 min

Vicente Luque só toparia lutar no UFC Brasília contra o adversário certo

Chance é baixa, mas Vicente Luque não descarta lutar no Brasil (Harry How/Getty Images)

Um dos melhores representantes da nova geração do MMA na atualidade, Vicente Luque não se anima tanto com a possibilidade de fazer parte do próximo UFC em Brasília, marcado para 14 de março.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Dias após ser batido por Stephen Thompson no UFC 244 em Nova York, revés que quebrou uma ótima sequência de seis triunfos na companhia, Luque, criado na capital federal, disse ao blog que só voltaria ao octógono no final do semestre. Seu foco, ele contou, era evoluir como lutador de MMA.

Leia também:

“O plano ainda é trabalhar na evolução e corrigir os erros dessa ultima luta. Acho que tenho bastante para melhorar antes de voltar. Estou focado principalmente em descansar agora. Tive um ano intenso”, disse o peso-meio-médio, que competiu quatro vezes entre fevereiro e novembro.

Perguntado se o retorno do UFC à cidade onde cresceu o convenceria a mudar os planos e topar uma luta antes do previsto, “O Assassino Silencioso” não fechou as portas por completo, mas revelou seu “preço”.

“É difícil dizer agora se eu lutaria ou não em Brasília. Vai depender muito do que rolar, do adversário, se oferecerem alguma coisa, mas estou focado realmente na minha evolução. Se pintar uma luta e eu estiver bem, é uma possibilidade, mas nada certo agora”, explicou.

O UFC ainda não oficializou a edição em Brasília, mas a corrida nos bastidores por uma vaga no card já começou. Renato “Moicano” e Rani Yahya, nascidos na cidade e atualmente radicados na Flórida, querem lutar no Ginásio Nilson Nelson. Francisco “Massaranduba”, que treinou ao lado de Yahya por anos na Constrictor Team em Brasília, pediu por um duelo com Edson Barboza após o recente triunfo sobre Bobby Green no UFC São Paulo.

Cláudio “Hannibal”, natural da região Centro-Oeste e invicto no MMA há 12 anos, também mira a chance de lutar em sua terra natal. “Hannibal”, atleta nascido em Rondonópolis que tem Londres como casa há mais de uma década, gostaria de atuar no Brasil para se tornar mais conhecido entre seus compatriotas. Londres, aliás, receberá uma edição do UFC no sábado seguinte a Brasília, 21 de março.

O baiano Rogério “Minotouro”, irmão do ex-campeão peso-pesado e atual embaixador da empresa no Brasil, Rodrigo “Minotauro”, também pode entrar na jaula dia 14 de março. Essa poderia, aliás, ser a luta de aposentadoria do veterano de 43 anos.

O maior evento de MMA do planeta visitou a capital federal em duas oportunidades. Yahya esteve presente nos dois eventos, vencendo ambas as lutas. Luque e  “Massaranduba” participaram do mais recente, em 2016, nocauteando Hector Urbina e Paul Felder, respectivamente.

Veja mais de Guilherme Cruz no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes

Twitter |Flipboard |Facebook |Spotify |iTunes |Playerhunter